<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7992246326967506893\x26blogName\x3dNa++Cozinha++com++Aninha\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/\x26vt\x3d360492369704133824', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
domingo, 30 de março de 2008
O chá é uma bebida de origem chinesa, que nada mais é do que um infuso proveniente da imersão de folhas, ervas ou flores de algumas plantas, em água fervente, para extrair-lhes as substâncias aromáticas.
A China é considerada o berço da bebida do chá e seu uso está registrado desde pelo menos o ano 1.000 A.C.
Variedades:
- Diuréticos: o fim da retenção hídrica agem nos rins e no córtex da glândula supra-renal, inibindo a produção do hormônio cortisona, que bloqueia a perda de peso ou, pior, engorda.
Ervas: cavalinha (Equisetum arvense), dente-de-leão (Taraxacum officinalis), cabelo-de-milho (Zea mays), sabugueiro (Sambucus nigra), abacateiro (Persea americana), quebra-pedra (Phyllantus niruri) e salsa (Petroselium sativum).
- Digestivos: intestino regulado e barriga lisinha. Contêm substâncias que atuam no fígado, onde é fabricada a bílis, que dissolve a gordura em moléculas menores, facilitando sua absorção pelo intestino.
Ervas: hibisco (Hibiscus sabdariffa), cáscara- sagrada (Rhamnus purshiana), zedoária (Curcuma zedoaria), psilium (Plantago psyllium) e fucus (Fucus vesiculosus).
- Calmantes: ansiedade sob controleAgem no sistema nervoso central, acalmando e baixando a ansiedade, que costuma desencadear a compulsão à comida.
Ervas: alecrim (Rosmarinus officinalis), hortelã (Mentha piperita), capim-limão (Cymbopogon citratus), camomila (Matricaria chamomile), melissa (Melissa officinalis), jasmim (Jasminum officinalis), mulungu (Erythrina mulungu) e aniz (Pimpinella anisum).
- Desintoxicantes: o principal papel destas ervas é captar as toxinas do organismo, eliminando-as por meio da urina, das fezes e do suor e, com isso, colocando um fim no desequilíbrio que ocasiona o aumento de peso.
Ervas: alfafa (Medicago sativa), salsaparrilha (Smilax sp), zedoaria (Curcuma zedoaria), chá-verde (Camelia sinensis), espinheira-santa (Maytenus ilicifolia), bardana (Arctium lappa).
- Emagrecedoras: ação dissolve gordura. Têm princípios ativos que agem nos rins, no fígado e, principalmente, no intestino.
Ervas: alfafa (Medicago sativa), cavalinha (Equisetum arvense), cana-do-brejo (Costus spicatus), graviola (Anona muricata), cabelo-de-milho (Zea mays), carqueja (Baccharis trimera), capim-limão (Cymbopogon citratus).


Fonte: corposaudavel.com.br


Hoje a cozinha ficou de lado... so fui la pra fazer um chazinho de cidreira porque to dodoi. Sinusite, dor de ouvido, garganta irritada e, como se nao bastasse, o antibiotico esta maltratando meu estomago. Ou sera o descongestionante? Sei la, so sei que nao vou cozinhar. Jon esta viajando, Felipe vai de pizza, e eu? Eu vou de sopinha instantanea e muito cha.

Cha de Erva Cidreira e Limao



Ingredientes:
- 1 sache de erva cidreira
- 1 colher de sopa de casca de limao
- 1 colher de sopa de casca de laranja
- 1 xicara de agua
- acucar ou adocante a gosto

Modo de Preparo:
Coloque a água numa chaleira e leve ao fogo para ferver. Junte a erva cidreira (eu abri o sache e coloquei a erva em infusao), as cascas de limao e laranja. Feche a chaleira e deixe ferver por mais 2 minutos. Desligue o fogo e coe o chá.
Coloque em uma xicara com uma rodela de limao e adoce a gosto.

Marcadores: , , ,

 
 
Comentários: 16




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sexta-feira, 28 de março de 2008
Para quem não sabe as empanadas (acredita-se que o nome venha de en pan, dentro de pão) tem origem lá na Pérsia, foram levadas para Espanha (Andaluzia) e depois disseminadas no mundo. Todas as ex-colônias do país tem sua versão para o bacadillo, e na Argentina há versões para cada província. Em casa são todos porteños, então a receita a seguir é de empanadas criollas, um pouco diferente das salteñas que a grande maioria conhece.
o costume (na Argentina) é comer antes de churrascos, em lanches ou ainda em refeições rápidas, hoje em dia é febre em Buenos Aires, e em qualquer esquina você encontra o "pastel', existe uma rede imensa, espalhada por todos os cantos a
Solo Empanadas, é gostosinha,
mas empanada de vó não tem igual.

Fonte: Laila - Comidinhas do bem.


Ontem fui visitar a vo do husband porque ela quebrou o braco em dezembro passado e esta com minha sogra para se tratar desde entao. Considerando que ela tem 95 anos, a proposito, bem vividos, e que a fratura foi feia, na horizontal do braco direito, acima do cotovelo, ate que ela esta se recuperando bem. Cheguei la debaixo de outra nevasca. O solzinho de quarta feira pediu contas e a neve voltou - pra meu desespero. Mas ao entrar na casinha da "mom-in-lawn", parecia ate primavera. Maybe in Florida? Hawai? Tudo colorido, muito pink, muitas folhas... ela adora decorar e redecorar a casa de acordo com as estacoes do ano. Entao por la esta tudo florido, mas quando digo tudo, e tudo mesmo. Ate o tapete da cozinha e de flores agora - um capricho. E eu tambem sai de la florida, ganhei um joguinho de pano de prato de Spring Time: fofo. Quem sabe este me da sorte e incentiva a vinda da primavera?
By the way, nem o Oliver acreditou no que viu: mais neve,
em pelo Spring Time...

Bom, eu nao podia deixar de retribui-la, ne? Como sei que ela nao gosta de cozinhar, fiz uma "empanada" ou torta de liquidificador, ou ainda mistao. Saiu quentinha e cheirosa do forno e eu corri pra levar esta delicia pro cafe da manha das minhas meninas (mae e vo do maridinho).
Vai ai a receita que e bem pratica:

Empanadas de Forno
















Ingredientes da massa:
- 1 1/2 xícaras de leite,
- 1 ovo grande ou 2 pequenos,
- 1/4 xícara de óleo,
- 8 colheres de sopa de farinha de trigo,
- 2 colheres de sopa de parmesão ralado.
- 1/2 colher de fermento em po.
- Farinha de rosca e parmesao ralado para cobrir a massa.

Ingredientes do Recheio:
Eu fiz o classicao:
- presunto em tirinhas
- queijo mussarela ralado
- queijo chedar ralado
- requeijao cremoso (aquele que eu mesma preparei)
- temperos: sal e oregano.
Mas voce pode usar sua criatividade: carne moida, frango, bacon, legumes, espinafre, azeitonas, creme de leite, etc.

Modo de Preparo:
Bater bem todos os ingredientes no liquidificador, exceto o po Royal.
Acrescente 1/2 colher de sopa de fermento em pó e bata mais um pouco.
Deite metade da massa em forma untada, disponha as camadas de recheio, cubra com o resto da massa, polvilhe com farinha de rosca e parmesão ralado e leve ao forno medio pré-aquecido até sentir cheirinho de massa assada.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 26 de março de 2008
Chineses e egípcios antigos já conheciam os benefícios terapêuticos do cogumelo. Dizia-se que essa planta, sem raiz nem clorofila, "afinava o sangue", reduzia infecções e até agia como afrodisíaco. Nas últimas décadas, várias pesquisas estão confirmando essas crenças e já se sabe que há pelo menos 30 variedades de cogumelos que teriam benefícios medicinais.
Entre eles, os mais conhecidos, pesquisados e cultivados entre nós são o shiitake e o Agaricus blazei. Carnudos, fritos, bem temperados com azeite, acompanhando carnes, peixes ou massas, ou simplesmente como aperitivo, os cogumelos são de dar água na boca. São dessas iguarias de paladar delicado, que enriquecem qualquer prato e que merecem ser degustadas devagar.
Utilizados como alimentos em todas as eras e culturas, os cogumelos apresentam elevado teor protéico (19 - 35%) e baixo teor de gorduras; contém ainda grandes quantidades de carboidratos e fibras, variando de 51 - 88% e de 4 - 20% (peso seco), respectivamente, para as principais espécies cultivadas. Além disso, o alimento contém quantidades significativas de vitaminas, principalmente tiamina, riboflavina, ácido ascórbico, vitamina D2 , bem como de minerais.
O cogumelo já mereceria aplausos apenas pelo seu sabor e seu valor nutricional, o que já não é pouco. Mas já há muitas pesquisas revelando que o alimento contém substâncias capazes de prevenir e reduzir o risco de certas doenças. Estudos tem demonstrado que certos cogumelos podem agir sobre o sistema imunológico de indivíduos saudáveis e enfermos, trazendo benefícios potenciais para doenças como o câncer, cardiovasculares, infecções e doenças autoimunes como a artrite reumatóide e o lúpus.

É possível comprar os cogumelos frescos, congelados, secos ou em conservas. Quando frescos, algumas variedades podem ser consumidas cruas, mas a grande maioria exige ou fica mais saborosa com o cozimento.

Fonte: uol.com.br, Sanavita


Hoje cheguei esfomeada, querendo comer um pratao. Mas o bom senso falou mais alto. Bem, nao e todo dia que o escuto, mas hoje consegui ser razoavel e nao devorei uma pizza. Fiz um franguinho light com cebola e cogumelos. E nao e que ficou bem gostoso?

Peito de Frango com Mushrooms







Ingredientes:
- Mushrooms frescos (cogumelos)
- 1/4 de cebola cortada em fatias
- 1 colher de sopa rasa de margarina light
- sal, pimenta do reino a gosto
- Peito de frango cozido cortado em cubos pequenos ou 1 lata de peito de frango em agua: http://www.samsclub.com/shopping/navigate.do?dest=5&item=190044

Modo de Preparo:
Coloque a cebola para dourar na margarina numa frigideira em fogo medio. Acrescente os cogumelos e os cubos de peito de frango ja cozidos. Acerte o tempero (eu coloquei sal e uma pitada de pimenta do reino), abaixe o fogo e deixe cozinhar ate que o cogumelo fique tenro.
Esta pronto!

Marcadores:

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 25 de março de 2008
Adaptando receitas ao microondas
Dicas Gerais:
- O tempo de cozimento no microondas é de geralmente ¼ do tempo correspondente no fogão convencional.Quando necessário aumente um pouco o tempo de cozimento.
- O sabor dos alimentos ficam mais acentuados. Assim, reduza os temperos, principalmente o sal. Se achar necessário acrescente mais tempero depois do cozimento.
- A quantidade de líquidos (água, vinho, caldos) deve ser diminuída, porque no microondas os líquidos evaporam menos.
- Utilize sempre recipientes maiores do que os de costume, para que o alimento não transborde.
- Para preparar uma receita em dobro nunca duplique o tempo de cozimento, aumente apenas 50%.
- Se possível utilize todos os ingredientes da receita em temperatura ambiente, ingredientes gelados podem causar alterações no tempo de cozimento.
- Se o seu microondas não doura, para dar cor a peixes e carnes por exemplo, pincele ketchup, cerveja preta, mostarda, colorau, páprica, maionese ou caldo de carne. Para bolos use mel, geléias ou açúcar mascavo.
- A maisena utilizada para engrossar molhos e cremes, deve ser colocada somente no final da preparação, quando o líquido estiver quente.

Fonte: Culinaria OnLine


Sabia que pode-se fazer um frango a parmegiana light? Verdade, e menos calorico, simples e nao tem fritura. O resultado e um franguinho leve e saboroso.

File de Frango a Parmegiana Light


Ingredientes:
- 4 files de peito de frango
- limao, sal, alho, pimenta do reino a gosto
- oregano
- 1 1/2 xicara de molho de tomate
- Queijo mussarela ralado.

Modo de Preparo:
Temperar os peitos de frango com o limão o alho sal e a pimenta do reino e deixar pegar o sabor por mais ou menos 1 hora.
Colocar os filés em um refratário que possa ir ao forno e regue generosamente com molho de tomates. Salpique queijo mussarela por cima e finalize com oregano. Coloque a travessa no forno já pré-aquecido, (230º) por 20 min. (Vire-os na metade do tempo e , se preciso, acrescente de 1 a 2 colheres de copa de agua porque o molho seca se ficar mais tempo no forno.) Se quiser mais mal passado, deixe uns sete minutos de cada lado, vai depender da espessura dos bifes.
Outra opcao e levar ao microondas apenas os files temperados - conte 2 minutos em potencia alta para cada file. Sendo 4 files como nesta receita, coloque 4 minutos em potencia alta e apos este periodo, vire os files e coloque no microondas por mais 4 minutos. Depois regue com molho de tomates, mussarela, oregano e volte a travessa ao forno no modo grill, para derreter o queijo.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 4




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

segunda-feira, 24 de março de 2008
O fazendeiro e empresario Moacyr de Carvalho Dias foi o criador do moderno requeijão cremoso, uma invenção que nasceu de muita sensibilidade,
mas principalmente de trabalho duro.
Foi a fórmula número 606, desenvolvida por "seu" Moacyr, então presidente dos Laticínios Poços de Caldas, que deu ao requeijão as características que conquistariam os mercados.
A origem do requeijão no Brasil, contudo, remonta à época da chegada das primeiras famílias portuguesas ao País, conta Lucinha Nunes, cozinheira e pesquisadora da culinária brasileira: "O requeijão, como outros quitutes, nasceu no ritual do chá colonial servido nas casas dos coronéis. Uma disputa por qual deles era o melhor incentivou as sinhás a inventarem novas delícias. Além disso, o requeijão era uma das formas de aproveitar o leite excedente, já que não havia geladeira."
Há 58 anos, algo semelhante aconteceu com Moacyr: ele também estava em busca de um uso para a produção extra de leite de sua cooperativa. A idéia surgiu em uma viagem de verão a São Lourenço (MG). Mais precisamente, numa visita à fábrica do Catupiry, criado pelo imigrante italiano Mario Silvestrini, que em 1911 começou a produzir industrialmente um queijo cremoso.
"O Catupiry era um queijo muito bem feito e bem cotado no comércio. Eu achei que poderia fazer um requeijão semelhante. O dono da fábrica era uma pessoa muito tranqüila e deixava o veranista visitar as instalações. Como eu estava ali de férias, entrei na fábrica para ver como se fazia o Catupiry", conta Moacyr.
Se na fábrica de São Lourenço, pela existência de duas safras leiteiras na região, uma de leite mais fraco que a outra, o imigrante italiano foi obrigado a acrescentar caseína (uma proteína do leite) na fórmula, em Poços de Caldas a história foi diferente. "Partimos do princípio de desnatar o leite e da massa fresca fazer o requeijão, sem incorporar caseína, só creme de leite", diz Moacyr.

Mas afinal o que é o requeijão? Nos centros urbanos, todos chamam de requeijão uma massa branca, cremosa, vendida em copos - todos filhos da bendita receita 606 dos Laticínios Poços de Caldas.
A partir do norte de Minas Gerais o requeijão muda de cara, textura, formato, cor e embalagem. Ele é conhecido como requeijão crioulo, do norte, preto ou ainda baiano. Pode variar de uma massa branca, com toques amarelados, a uma massa cor de caramelo (esse é o requeijão preto, encontrado no nordeste mineiro). É vendido em blocos, "o original mesmo, da região do Serro, é no formato redondo e despejado sobre formas recobertas com folhas de bananeira", informa Lucinha.
Mas afinal qual é o segredo da 606, seu Moacyr?
"Não tem. Minha receita é leite desnatado coalhado, dessorado e cozido. Depois é só colocar creme de leite fresco. Hoje em dia, substituíram parte do creme de leite. O mundo virou uma bagunça, resolveram que a gordura faz mal, engorda as mulheres e causa enfarte, por isso tiraram parte do creme de leite."

Fonte: Selectus 2931


Aqui nao tem requeijao cremoso. Simplesmente nao tem. A gente vai ao supermercado ve os tais "cheese spreads": cremes pra passar no pao. Tem de cheddar, de queijo suico, de ervas, de tudo que se possa imaginar.


Sao gostosos, alguns.
Mas tem dias que a saudade e do gostinho de requeijao cremoso.
To que nem Sr. Moacyr, testando testando e adpatando a formula pra ver se sai um parecido com o da Danone. Abaixo a receitinha que deu certo.

Requeijao Cremoso Caseiro









Ingredientes:
- 250 g de ricota
- 100 g de manteiga
- 150 ml de leite fervendo
- Sal a gosto (usei uma colher de sobremesa)

Modo de Preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.
Coloque em um copo ou em outro recipiente e leve para gelar.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 1




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sexta-feira, 21 de março de 2008
O ditado popular e máxima sentença, popularizada ou consagrada pelo uso, a qual é menos vulgar, que o adágio e de moral mais segura e severa. E de caráter prático e popular, que expressa em forma sucinta, uma idéia ou pensamento.Veja algumas curiosidades sobre as expressões populares, usadas ingenuamente por nós:
- Calcanhar de Aquiles: a mãe de Aquiles, Tétis, com o objetivo de tornar seu filho invulnerável, mergulhou-o num lago mágico, segurando o filho pelos calcanhares. Páris feriu Aquiles na Guerra de Tróia justamente onde, isso mesmo, no calcanhar.Portanto, o ponto fraco ou vulnerável de um indivíduo, por metáfora, é o calcanhar de Aquiles.
- Casa da Mae Joana: na época do Brasil Império, mais especificamente na época da minoridade do Dom Pedro II, os homens que realmente mandavam no país costumavam se encontrar num prostíbulo do Rio de Janeiro cuja proprietária era justamente a Joana. Como eles mandavam e desmandavam no país, ficou a frase casa da mãe Joana como lugar em que ninguém manda.
- Conto do Vigario: duas igrejas em Ouro Preto receberam um presente: uma imagem de santa. Para verificar qual da paróquias ficaria com o presente, os vigários resolveram deixar por conta da mão divina, ou melhor, das patas de um burro. Exatamente no meio do caminho entre as duas igrejas, colocaram o tal burro, para onde ele se dirigisse, teríamos a igreja felizarda.Assim foi feito, e o vigário vencedor saiu satisfeito com a imagem de sua santa. Mas ficou-se sabendo mais tarde que o burro havia sido treinado para seguir o caminho da igreja vencedora. Assim, conto do vigário passou à linguagem popular como falcatrua, sacanagem.
- Nao entendo Patavinas: os portugueses, conta a história, tinham dificuldades em entender os que diziam os frades franciscanos patavinos, isto é, originários de Pádua, em italiano Padova. Não entender patavina significa não entender nada.
- Dourar a Pilula: vem das farmácias que, antigamente, embrulhavam as pílulas em requintados papéis, para dar melhor aparência ao amargo remédio. Logo, dourar a pílula é melhorar a aparência de algo.
- Chegar da maos abanando: os imigrantes, no século passado, deveriam trazer as ferramentas para o trabalho na terra. Aqueles que chegassem sem elas, ou seja, de mãos abanando, davam um indicativo de que não vinham dispostos ao trabalho árduo da terra virgem. Portanto, chagar de mãos abanando é não carregar nada. Ele chegou de mãos abanando ao aniversário. Significa que não trouxe presente ao pobre aniversariante, que terá de se satisfazer apenas com a presença do amigo.
- Sem eira nem beira: o cidadão não tem eira nem beira. Isso quer dizer que o indivíduo está sem dinheiro, desapercebido.Pois eira, na verdade, tratava-se de um detalhe no acabamento dos telhados de antigamente.
Possuir a eira e a beira era sinal de riqueza e de cultura. Os tempos passaram, no entanto sempre os homens buscam revelar sinais externos de poder e riqueza. É claro que hoje os acabamentos nos telhados não significam muito. Talvez o maior sinal exterior de riqueza seja o automóvel. Se for um importado, está com tudo em cima. Se for uma brasília, bom, aí o cara está sem eira nem beira.


Coletanea de ditados populares: http://www.geocities.com/Athens/Atrium/2800/

Fonte: coladaweb.com, wikipedia.org., geocities.com


Reza o ditado popular, "Alegria de pobre dura pouco". A minha tambem...
depois de me esbaldar usando meu brinquedo novo, minha colherzinha de medida foi engolida pelo triturador da pia - buaaaaaaaaaaaaaaa
Mas nao e novidade alguma pra quem me conhece de perto.
E dificil eu passar um diazinho sem um arranhao, um corte pequeno, uma chamuscada no dedo - perguntem a minha madrinha Nana.
Ate apelido no pronto - socorrro eu tinha.
Cresci (um pouco, oras), mas continuo estabanada - that's me!
Pelo menos o bolo saiu no capricho e eu fiquei toda "convencida" porque Jon, o American, nao comprou bolo numa confeitaria. Ele ligou e pediu que eu fizesse meu bolo caseiro de niver pro chefe dele. Ahaaaaaam, pro aniversario do big boss. To podendo, nao?

Bolo de Chocolate com Morangos











Ingredientes do Bolo:
-1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
- 2 xícaras (chá) de açucar
- 1 xícara (chá) de chocolate em pó
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 3/4 xícara (chá) de óleo (use de canola que e mais suave no sabor
- 1 copo de leite
- 3 ovos grandes

Modo de Preparo:
Misturar todos os ingredientes secos numa vasilha, exceto o fermento em po. Em outra vasilha, juntar os demais e bater bem. Acrescentar esta mistura aos ingredientes secos e bater levemente. Deixar a massa suave e mole ( para isso ir adicionando o liquido aos poucos).
Acrescentar o fermento por ultimo e misturar, sem bater.

Untar uma assadeira (redonda de 30 cm de diâmetro) ou duas menores (do mesmo tamanho) com manteiga ou margarina e polvilhar com farinha de trigo.
Aqui a gente encontra uma perola pra untar: spray anti aderente que e ZERO calorias http://www.pam4you.com/pages/products/professional/index.jsp .
Despejar a massa na(s) assadeira(s) e levar ao forno já pré-aquecido 200º, médio, por 20 a 25 minutos, ou até que enfiando um palito ele saia limpo. Mas não deixe a superfície secar muito.
Desenformar o bolo morno.
Se assou apenas um bolo, corta-lo ao meio com cuidado para receha-lo.
Umedecer a parte de baixo e de cima com uma mistura de 1/2 xícara de leite gelado com açúcar à gosto (1 colher de sopa) e uma colher (café) de baunilha.

Ingredientes do Recheio e Cobertura:
- 300g de chocolate em tablete ( usei o meio amargo)
- 1 lata de creme de leite. A lata de creme de leite dos USA e menor, entao usei 1 1/2 latas.
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de baunilha

Modo de Preparo:
Derreter o chocolate em banho-maria ou no microondas.Bater na batedeira a manteiga, o acúcar e a baunilha, acrescentar aos poucos (sem parar de bater) o chocolate derretido (contei com a ajuda do husband).
Juntar por último o creme de leite, bater por alguns minutos.
Deixe descansar um pouco, recheie e cubra o bolo.
Se precisar, coloque na geladeira um pouco antes de rechear e/ou cobrir o bolo.

Colocar o recheio na parte de baixo e cobrir com fatias de morangos frescos, já bem lavados, escorridos e secos. Colocar a outra metade do bolo por cima e também cobri-lo com a mesma mistura da cobertura. Enfeitar a seu gosto com mais morangos frescos.
Eu aproveitei o que sobrou do creme de leite e do recheio de chocolate, misture e bati mais um pouquinho e coloquei no topo do bolo formando umas irregularidades antes de colocar os morangos.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 19 de março de 2008
O segredo de um bom sanduíche está na escolha correta do pão e no perfeito entrosamento entre ele e o recheio. Portanto, deve-se observar primeiramente a espessura e a crocância da casca. Quanto mais firme ela for, mais suporta complementos pesados, como carnes. A densidade do miolo é outro fator importante. Ela ajuda a absorver o excesso de molhos e, quando volumosa, pede ingredientes com sabores mais marcantes. A seguir, as dicas para acertar na combinação e algumas receitas deliciosas e nutritivas.
- Sirio: e um pão mais fino e seco, típico da culinária árabe. Costuma ser tostado para suportar o recheio. Recheio: patês, queijos cremosos, rosbife, frios e folhas verdes.
- Baguete: leva mais sal e fermento do que o pão francês do Brasil. Tem casca firme e miolo denso. Recheio: carnes, frango, calabresa, rosbife e tomate seco.
- Ciabatta: de origem italiana, é feito com farinha, água, sal e fermento. A casca é firme e o miolo leve. Recheio: legumes grelhados e frios de sabor suave, como peito de peru.
- Frances: leva açúcar e gordura vegetal. Há também a versão integral, mais leve e menos calórica. Recheio: carnes, frios com sabor marcante, queijos fortes e ovos.
- Integral: feito a partir da mistura das farinhas branca e integral. Alguns levam cereais e grãos. Recheio: verduras, legumes, queijos brancos, patês e atum.


Fonte: Revista Manequim


Não é porque seu dia foi cansativo pra dedeu e você está pregado ao computador, sem tempo e/ou ânimo para cozinhar uma comidinha decente que é preciso apelar para um daqueles Disque-qualquer-coisa-que-está-há-horas-esperando-na-embalagem-para-passear-na-garupa-de-uma-moto-enlouquecida.
Com poucos ingredientes e esforcos é possível preparar um sanduiche gostoso, nutritivo e saudável, quer ver?



Sanduiche Especial de Rosbife



Ingredientes:
- Pao de forma integral ou outro a sua escolha
- Fatias de rosbife
- Rodelas de tomate (tirando o excesso de miolo)
- Fatias de queijo a sua escolha (hoje usei o cheddar pasteurizado)
- Alcaparras
- Azeite, sal e pimenta do reino (opcionais)

Modo de Preparo:
Pique algumas alcaparras e junte um pouco de mostarda, apenas o suficiente para obter uma mistura pastosa. Espalhe sobre as fatias de pao.
Coloque as fatias de rosbife sobre a pasta, em seguida o queijo e cubra com os tomates.
Regue com azeite.
Se quiser, polvilhe com sal e pimenta do reino, mas nao esqueca que os ingredientes desta receita ja sao salgados.
Sugestao: pode substituir a mostarda por maionese ou por molho tartaro pois o sabor destes combina muito bem com rosbife.
Caso nao tenha rosbife em casa, substitua - o por presunto, salame ou outro frio de sua preferencia.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 18 de março de 2008
O sucesso de uma receita depende muito das medidas/quantidades de ingredientes usados. Uma boa balança e diversos acessórios que padronizam medidas não são muito comuns de se ter em casa. Assim, é possível substituir com boa precisão as medidas mais comuns, através do uso de uma simples tabela de equivalência. Veja abaixo:

1 litro de qualquer líquido = 1000 gramas ou 4 copos
1 copo de qualquer líquido = 250 gramas
1 xícara de chá de farinha = 100 gramas
1 xícara de chá de amido de milho = 100 gramas
1 xícara de açúcar = 130 gramas
1 xícara de chá (rasa) de banha ou manteiga = 140 gramas
1 colher de sopa de banha ou manteiga = 50 gramas
1 colher de sopa de açúcar = 30 gramas
1 colher de sopa de amido de milho = 25 gramas
1 colher de sopa de farinha = 25 gramas
1 colher de sopa rasa de sal = 5 gramas
1 colher de chá (rasa) de fermento = 5 gramas

Ingredientes liquidos
1 litro = 1000 ml
4 copos americanos = 1 xícara de chá
240 ml = 16 colheres (sopa)
½ xícara (chá) = 120 ml
8 colheres (sopa) = 1/3 xícara (chá)
80 ml = 5 colheres (sopa) mais 1 colher (chá)
¼ xícara (chá) = 60 ml
4 colheres (sopa) = 1 colher (sopa)
15 ml = 3 colheres (chá)
1 colher (chá) = 5 ml = 2 colheres (café) ou 1/3 colher (sopa)
1 colher (café) = 2,5 ml = ½ colher (chá)

Importante: todas as medidas usadas são rasas, ou seja, depois de encher a xícara ou uma colher, passa-se uma faca com lâmina reta para retirar o excesso.
Se precisar fazer conversoes de pesos e medidas, este e um bom link, clique aqui:
http://www.digitaldutch.com/unitconverter/

Fonte: sertaozinho.com, gastroonline.com.br



Estava eu voltando pra casa quando certas colherzinhas de medida apareceram na minha frente...
oppps, nao foi bem assim. Ta bom, eu estava quase chegando em casa quando me lembrei que o husband me pediu pra comprar atum em agua. Uma "paradinha rapida e objetiva" na Target e tudo estaria resolvido. Mas e doce ilusao, quem consegue entrar aqui
http://www.target.com/
e sair apenas com o que planejou comprar? Eu nao!
E foi assim que as tais colherzinhas vieram pra casa comigo. Lindinhas, ne?
Felipe me deu logo um motivo pra usa-las:
- "maenhe, faz brigadeiro?"
- Menino, ontem foi o Dia Internacional de Volta a Dieta, hello?
Mas que nada, ele nao cedeu: - "maezinha, pleaaaaase"...
Resultado: meu teenager amado ta ali na sala comendo brigadeiro de colher.

Brigadeiro de Microondas



Ingredientes:
-1 lata de leite condensado
- 3 colheres de sopa de achocolatado
- 1 colher de sopa rasa de manteiga
- 1 colher de sopa de mel
O mel deixa o brigadeiro com uma textura maravilhosa "de puxa".

Modo de Preparo:
Num recipente fundo, misturar bem todos os ingredientes, exceto o mel. Levar ao forno de microondas por 2 minutos na potencia alta.
Retire do microondas, acrescente o mel, misture mais um pouco e retorne ao microondas por mais 1:30 minutos.
Retirar imediatamente do forno microondas e mexer bem, até ficar cremoso.
Deixar esfriar, enrolar os docinhos com as maos untadas e passar pelo chocolate granulado.
* Aqui em casa come-se de colher.

Marcadores: , , ,

 
 
Comentários: 4




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sábado, 15 de março de 2008
Dicas para um bolo perfeito:
- Use todos os ingredientes em temperatura ambiente, manteiga, ovos, etc.
- Bata as claras até ficar firme , mas nunca demais, pois pode ressecar a massa.
- Peneire a farinha para aierar, não é só para procurar resíduos e sim, para deixar a farinha aeirada para que o bolo cresça melhor. O ideal é peneirar duas vezes, a segunda pode já ser com o fermento ou o bicarbonato quando consta na receita.
- Agite a embalagem do fermento, ele é uma composição de ingredientes que precisam ser misturados pois se separam em repouso.
- Nunca guarde o fermento na geladeira, ele se altera com mudança de temperatura, pra baixa ou alta, se for gelado, altera uma vez, tirando da geladeira para usar, altera a segunda vez, isto faz ele ficar 'fraco' .
- Separe todos os ingredientes antes de começar a bater a massa.
- Após bater as claras em neve, e as gemas com a gordura (manteiga ou margarina) e o açúcar refinado, misture os ingredientes secos peneirados juntos alternado com os líquidos , misturando delicadamente de cima para baixo, usando preferencialmente o chicote.
Por último coloque as claras em neve em duas etapas, primeiro agregue metade das claras preparando a massa, que depois irá receber o restante, misturado delicadamente deixando o bolo ainda mais fofo.
- Em vez de untar a assadeira, use papel manteiga, ele sai com o bolo quente, com o bolo frio, depois da massa congelada, se for várias placas de bolo podem ser uma maneira de armazenar sem que ela grudem, além de facilitar a limpeza da assadeira e não sujar pincel para pincelar.
Nas laterais não deve ser untadas as assadeiras, isso faz com que o bolo quebre pois normalmente o bolo cresce e cede naturalmente um pouco depois e o fato de estar untado, bloqueia esse processo, rachando nas laterais, é só depois de assado, passar uma faquinha que ele se descola.
- Não abra a porta do forno nos primeiros 15 minutos.
- Para verificar se está assado coloque um palito não na beirada, mas no centro da massa, pois , se tirar o bolo cru no centro, ele afunda, isso acontece muito com bolos amanteigados e de chocolate. O palito tem que estar limpo e seco.
- Se achar que o bolo está muito corado e ainda cru no centro, cubra com papel alumínio com
a parte brilhante voltada para o bolo.
- Deixe o bolo esfriar em cima de uma grade, para que circule o ar e evite colocar em bancadas frias.
- Abacaxi e outras frutas cítricas antes de ser colocada em recheios tem que passar por fervuras ou escaldamentos, depois a elas podem ser agregadas caldas de açúcar ou não. Isso feito, a fruta não vai alterar o sabor do recheio.
- Quando colocar o fermento no bolo não bater muito, pois ele perde suas propriedades comprometendo o desenvolvimento do bolo.

Fonte: tvtem.globo.com/culinaria


Este eu aprendi quando pequenininha: Bolo da Geralda. Minha mae nao se chama Geralda, minha mae e Cecilia, mas o bolo tem este nome porque a receita e da Geralda, salgadeira e doceira la de Ipatinga - MG. Ela ia la em casa e fazia um montao de delicias pra deixar no freezer.
Tempos bons, viu. Eu ficava ali, observando, curtindo e tambem esperando pela chance de comer "rapa" de bolo, massa crua e tudo de gostoso que ela e minha mae faziam.

Bolo de Chocolate da Geralda










Ingredientes para o bolo:
- 2 xicaras de acucar
- 1 xicara de manteiga
- 2 xicaras de farinha de trigo
- 1 1/4 de xicara de leite
- 1 xicara de Nescau
- 1 colher de cha de po royal
- 1 colher de cha de sal
- 1 colher de cha de bicabornato
- 3 ovos

Modo de Preparo:
Colocar em uma vasilha a farinha de trigo, o po royal, o bicabornato e o sal.
Em outra vasilha, dissolver o Nescau no leite.
Na batedeira bater bem o acucar com a manteiga. Acrescentar alternadamente 1 ovo inteiro, o leite com o Nescau, os ingredientes secos. Bater bem e continuar agregando outro ovo,
mais Nescau e ingredientes secos ate o termino.

Ingredientes para o creme para recheio e cobertura
(fiz metade da receita porque apenas cobri o bolo, nao coloquei recheio)
- 2 latas de creme de leite sem soro
- 6 colheres de sopa de Nescau
- 2 colheres de sopa de margarina
- 6 colheres de sopa de acucar refinado

Modo de Preparo:
Levar ao fogo e cozinhar ate que engrosse (ponto de mingau).
Cobrir e rechear o bolo ainda quente.

Marcadores: , , , ,

 
 
Comentários: 2




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.