<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7992246326967506893\x26blogName\x3dNa++Cozinha++com++Aninha\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/\x26vt\x3d360492369704133824', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
terça-feira, 29 de abril de 2008
O poder de cura do limao
Pode ser considerado o rei dos frutos curativos, sendo impressionante a quantidade e variedade das suas aplicações. Propriedades:
- Um dos efeitos notáveis do limão é, por exemplo, o de combater o ácido úrico - temível inimigo (tantas vezes letal) de muitos cidadãos quando chegam a uma idade mais "respeitável".
Tomado pela manhã, em jejum (10 a 20 minutos antes do desjejum), descongestiona e desintoxica o organismo e, se usado com regularidade, erradicará por completo todos os uratos.
Deste modo, é evidente a sua grande valia nas diversas patologias reumáticas e artríticas.

Seu uso Interno (como também externo) é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, reconduzindo ao estado e funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo. Nas afecções gastro intestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e que contribuem para gerar as ulcerações. Ainda combate as fermentações e os gases.
É um amigo do pâncreas e, malgrado certas apreensões quanto a supostas incompatibilidades com o sistema bilioso, revela-se um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula.
Relativamente ao aparelho genito-urinário, bem como ao sistema cardiovascular, é igualmente um poderosíssimo eliminador de toxinas e um tônico privilegiado. Tem, assim, ação que impede e neutraliza a proliferação das tão temidas afecções arterioscleróticas.
Gargarejos do seu suco fresco são benéficos para todos os tipos de afecções do trato nasofaríngeo, bem como para laringites e gengivites. Inalado (puro ou diluído), é um bom desinfetante nas rinites e sinusites.
Indicações de uso interno:
- Asma; Enfisema (paralelamente com a terapia do limão, deve erradicar-se os regimes hiperprotéicos)
- Infecções pulmonares, Tuberculose pulmonar e óssea, Bronquite crônica, Constipações e Gripes

- Afecções Cardiovasculares, Varizes e Flebites
- Fragilidade capilar; Dermatites várias, Prurido, Eczema e Despigmentação
- Hiperviscosidade sanguínea (fluidificante sanguíneo)
- Doenças infecciosas (coadjuvante no tratamento de mononucleoses, leucocitoses, blenorragias, sífilis, etc.)
- Febres (infusão de folhas de limoeiro e/ou cascas do fruto, podendo juntar-se o suco)
- Gastrites, Dispepsias e Aerofagias (também se podem mastigar finas lascas da casca do citrino)
- Ulceras de estômago e do duodeno, Esofagite de refluxo
- Insuficiência hepática e pancreática; Icterícia e congestão hepática (utilização e quantidades adaptados a cada caso)
- Desinteria, Diarréias, Febre tifóide e Hemorróidas
- Parasitas intestinais (ralar a casca do limão e fervê-la em água, com ou sem açúcar)
- Fortalecedor da visão, Glaucoma e Hipertensão ocular
- Hemorragias e Hemofilia
- Astenia, Anemias e Desmineralizações (aumenta a capacidade imunológica)
- Amamentação, Obesidade e Disfunções metabólicas (reequilibrante)
- Hipertensão arterial; hipotensão arterial (regulador da pressão)
- Afecções do sistema nervoso (fortalece e equilibra. As flores do limoeiro são também muito benéficas)
- Diabetes, Leucemia (preventivo), Cancro (preventivo), Enfarte (preventivo) e Tromboses; embolias (preventivo)
- Escleroses, Arteriosclerose, Doenças reumáticas e Artrites
- Descalcificações, Linfatismo e Ascites
- Prevenção de epidemias, Antitóxico; Antivenenos
Indicações de uso Externo
- Conjuntivites; Fortalecedor da visão (gota do suco utilizada como colírio) e Tonificante ocular (banhando os olhos, de manhã, ao levantar, com água acidulada por algumas gotas de limão)
- Cefaléias (neste caso, colocar compressas embebidas em sumo na fronte e nas têmporas)
- Sinusites e Anginas
- Hemorragias nasais (epistaxis) e Otites
- Estomatites, Glossites, Aftas e Sifílides bucais
- Blefarites, Terçóis e Herpes
- Dermatoses (erupções, furúnculos, etc), Feridas infectadas e Picadas de insetos
- Verrugas, Seborréia facial, Tônico e adstringente facial
- Unhas quebradiças e Pés sensíveis (friccionar com sumo ou polpa)
- Queda do cabelo (fazer lavagens e fricções do couro cabeludo com o sumo puro)
- Tonificante corporal (juntando suco de limões espremidos à água do banho)
Composição
Entre os frutos conhecidos e disponíveis, é o que apresenta o mais elevado índice de radioatividade natural e benéfica (85%), sendo seguido pela uva moscatel ácida e pelo ananás.
Podemos dizer que existem cerca de 70 variedades. Todas são portadoras de uma enorme capacidade vitamínica e de dinamismo no nosso metabolismo interno.
- Contém vitamina B1, B2 e B3, provitamina A (caroteno), que se encontra principalmente na casca e, vitamina A na polpa fresca e sumo.
- É riquíssimo em vitamina C (40 a 50mg/100gr de fruto), que joga um papel inestimável nos fenômenos óxido-redutores, beneficiando, concomitantemente, o desempenho das glândulas endócrinas. Por essa razão, é indispensável a sua ingestão diária.
- Possui vitamina PP, que age protegendo e tonificando o sistema vascular, e vitamina I que é um preventivo das pneumonias.
- Contém grandes quantidades de sais minerais e oligoelementos como o cálcio, ferro, silício, fósforo, cobre, magnésio e iodo.
- Encontram-se apreciáveis percentagens de ácidos cítricos e málico, além de pequenas quantidades de ácido acético, fórmico e de citratos de potássio e de sódio.
- É portador de glucose e frutose diretamente assimiláveis, bem como de sacarose.
- Contém gomas, mucilagem e algumas albuminas.


Fonte: www.ahau.org


Existem varias receitas de limonada Suiça, a minha e das antigas. Aprendi com minha mãe e nunca esqueci. Para os dias quentes e uma boa pedida.
Ah, o que chamamos de limão no Brasil, não é o mesmo limão dos Americanos. O limão deles é o amarelo, que para nos é o limao sciciliano. O limao verdinho, eles chamam de lime. Entao essa bebida pra eles é uma limeade e não lemonade.

Limonada Suiça

Ingredientes:
- 4 limoes
- 800ml de agua bem gelada
- 8 cubos de gelo
- acucar a gosto

Modo de Preparo:
Lave bem os 4 limoes e corte as extremidades. Depois corte-os em "x", de modo que tenha 4 partes de cada limão com a casca. Retire as sementes e a parte branca do meio do limao. Coloque-os no liquidificador, com água estupidamente gelada e adoce a gosto. Bata tudo por 8 segundos.
Mas tem que contar 8 segundos? Sim, importantissimo para não amargar.
Coe e sirva em seguida (para não amargar também).

Marcadores: , , ,

 
 
Comentários: 19




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

segunda-feira, 28 de abril de 2008
Uma pizza pode ser nutritiva e saborosa ao mesmo tempo
A origem, o valor nutricional e as calorias de um dos pratos mais populares e gostosos do planeta são lembrados em data instituída em concurso gastronômico de São Paulo
Que tal uma pizza hoje à noite? No Brasil, o dia 10 de julho é o dia da pizza, instituído recentemente, há apenas 22 anos, durante um concurso gastronômico em São Paulo.

Um dos mais populares e apreciados pratos, de caráter internacional, a pizza moderna tem origem no sul da Itália. Mais precisamente em Nápoles. Daí a pizza napolitana, com queijo e tomate ou molho de tomate. Foram os italianos que deram o formato atual à pizza. Bem antes, porém, há quase 6 mil anos, egípcios e hebreus já degustavam algo muito parecido com uma pizza, ou um pão tipo sírio. Depois, os gregos passaram a consumir um pão grande, com grau de bico, semelhante também a uma pizza.
Será possível saborear uma pizza sem peso (na balança) e dor (na consciência)? Certamente que sim. “No caso das pizzas menos calóricas você pode até comer dois pedaços grandes sem problema”, diz a professora Francine Ferrari, que coordena o curso de Nutrição da Unisul na Pedra Branca.
Por pizza menos calórica entenda-se as do tipo margarita (queijo, tomate e manjericão fresco), vegetariana e de rúcula com tomate seco. Cada fatia grande equivale a mais ou menos 280 calorias. Duas fatias seriam iguais a um bom jantar. Mas cuidado com as bordas, que são mais calóricas. E cuidado também com os sabores mais pesados, como portuguesa, calabresa e frango com cutupiry.
O valor nutricional de uma pizza pode também ser muito positivo. Por quê? “Porque se consegue pôr verduras e legumes na pizza, que pode ser nutritiva, saudável e saborosa ao mesmo tempo”.



Hoje e dia de pizza, pizza rapidinha... assim como este post. E que estou com visita, Mara. Brazuca, residente de Battle Creek, veio nos visitar e fica ate quarta. Entao ja viu... nao posso demorar na cozinha e nem no computador, afinal, 24 horas/dia nao sao o suficiente pro papo, muito menos pras comprinhas. Mas ai vai uma dica boa para usar aquele pao dormido. Voce faz uma pizza rapida, gostosa e menos calorica que a tradicional.

Pizza Rapidinha de Pao

















Ingredientes:
- pãezinhos amanhecidos
- 3/4 de xicara de molho de tomate ou faca um molho com: 1 colher de chá de orégano, 4 tomates sem sementes, 1 dente de alho picado, 1 colher de sopa de azeite, sal e pimenta batidos no liquidificador.
- 150 de mussarela fatiada
- 3 ovos
- 1 colher de sopa de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de queijo parmesão ralado
- Margarina para untar

Modo de Preparo:
Corte os pãezinhos em fatias e forre com elas uma fôrma de pizza média untada com a margarina. Espalhe o molho sobre as fatias de pão (gosto de pincelar o molho sobre as fatias de pao) e cubra com as fatias de mussarela.
Sobre a mussarela, coloque os ovos batidos com a farinha de trigo e o queijo parmesão ralado. Leve ao forno pre-aquecido por cerca de 20 minutos.

Marcadores: , , ,

 
 
Comentários: 4




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sexta-feira, 25 de abril de 2008






















1. Massa recheada, cappelletti. Quando pequenos, chamam-se tortellini. Maiores serão tortellonis ou orecchionis.
2. Massa recheada, ravioli. Quando maiores, chamam-se agnolottis. Quando do tamanho de pastéis, chamam-se torteis, estes em geral recheados com abóbora.
3. Ziti: tubos finos, podem ser tambem tagliati.
4. Linguine: “pequenas línguas”. Massa comprida, achatada mas não completamente.
5. Taglierini: massa comprida e fina.
6. Fedelini: massa comprida, mais fina do que taglierini.
7. Gemelli: “gêmeos”. Duas tiras de massa que se enrolam uma na outra, cortadas em pedaços.
8. Linguini de legumes, colorida.
9. Conchigliete: pequenas conchinhas.
10. Fusili: tubinhos em forma de espirais.
11. Macaroni: tubinhos curvos.
12. Orzo ou Semi di Melone (sementes de melão): pequenas massas em formato de arroz, usadas principalmente em sopas.
13. Spaghetti: massa comprida. Spaghettoni quando mais grossa, spaghettini quando mais fina.
14. Manicotti: tubos maiores, podem ser recheados.
15. Spaghettini
16. Spirali ou tortiglioni: fusilis compridos.
17. Conchiglie: conchas.
18. Capelli d’angelo: “cabelo de anjo”. Massa fininha para sopas ou para pratos doces.
19. Radiatori: massa em forma de radiadores.
20. Fettuccine: massa em forma de fita, em ninhos. Quando mais larga, tagliatelle e fettucce.
21. Penne: “pena”. Também chamadas de mostaccioli (pequenos bigodes). Tubos com finais em ângulo. Podem ter riscos na superfície (penne rigati) ou podem ser bem lisas (penne lise). Quando pequeninas, são pennettes.
22. Farfalle: “borboletas”. São as famosas massas gravatinhas.
23. Rotelle ou Ruote: “rodas” de carreta.
24. Rigatoni: tubos de tamanho médio.
25. Eliche ou Spirali: pequenos fusilis.
26. Lasagne: folhas de massa para lasanha, com borda crespa.
27. Fusilis de legumes, coloridas.
28. Bucattini: em forma de spaguetti, mas furada no centro. Também conhecida por perciatelli.
29. Fettuccine comprida.
30. Lasagne: folhas de massa para lasanha, com borda lisa.
31. Spaghetti de legumes e de farinha integral.
32. Ditalini: “dedaizinhos”. Pequenos tubos, curtinhos.
33. Orechietti: “orelinhas”.
34. Conchigliette: conchinhas. Também conhecidas por castellane.
35. Gnocchi: “bolinhas cozidas”.
36. Caneloni: massa para rechear.



Estamos em Spring Time e , finalmente, os dias estao ensolarados, os campos ficando verdinhos, tulipas brotando e o frio deu tregua. Dai pensei, para o jantar seria bem apropriado um Farfalle Primavera. Farfalle e aquela massa que, na infância, a gente chamava de gravatinha e todos adoravam. O “primavera” vem da variedade de cores dos legumes que compõem o prato. O importante é encontrar bons legumes e misturar as cores. O ponto de cozimento também é crucial: nao pode deixar nem a massa e nem os legumes muito moles.
Este e um prato leve, saudavel, de preparo rapido e descomplicado.

Farfalle Primavera
















Ingredientes:
- 250g de massa Farfalle
- 1/2 xicara de brocolis cortado em pequenos galhinhos
- 1/2 xicara de pimentoes vermelhos
- 1/2 xicara de palitinhos de cenouras
- 1/2 xicara de fatias de mushrooms
- 1/2 xicara de tomatinhos cereja cortados ao meio
- 2 colheres de sopa de manjerona desidratada.
- 80 ml de azeite de oliva extra-virgem

Modo de Preparo:
Corte os vegetais em pedacos pequenos e cozinhe-os sem deixar que fiquem macios demais. Eu os fiz a vapor no microondas.
Em uma panela coloque agua, um fio de azeite, 1/2 colher de sal e/ou outro tempero (eu usei 1 colher de manjerona seca para aromatizar a agua de cozimento da massa). Quando levantar fervura, acrescente a massa e cozinhe pelo tempo que achar necessario. Gosto de deixar a massa al-dente, entao sigo as instrucoes do fabricante. Escorra o Farfalle, sem lava-lo.
Volte a panela ao fogo e salteie o azeite. Faça o mesmo com os legumes, exceto os tomates. Misture tudo, depois acrescente a massa. Por fim, adicione os tomates e, se desejar, salsa picada. Eu coloquei 1 colher de manjerona desidratada. Corrija o sal se necessario.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 3




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

Vários são os motivos para abolir ou no mínimo reduzir as frituras de nossas vidas:
- Alimentos fritos contém bem mais calorias, ou seja, engordam mais;
- O óleo utilizado tende a saturar durante a exposição a altas temperaturas e gorduras saturadas estão relacionadas ao desenvolvimento de aterosclerose e maior risco de infanto;
- Altas temperaturas formam um composto cancerígeno chamado acrilamida. A acrilamida também pode ser liberada quando cozinhamos ou assamos alimentos ricos em carboidratos (como batatas e tortas) em temperaturas acima de 120°C. Os alimentos mais ricos nesta substância incluem batatas fritas, pães, salgadinhos de pacote e biscoitos. Além da temperatura outros fatores de processamento afetam a produção de acrilamida, destacando-se o pH, conteúdo e atividade de água, presença do aminoácido asparagina e de açúcares.

Fonte: http://andreiatorres.blogspot.com/2008/02/por-qu-evitar-frituras.html


Eu não faço frituras, porque alem de todo mal que causam, minha cozinha é aberta para a sala de visita e jantar entao não há como impedir o (mal) cheiro que fica pela impregnado na casa.
Mas e quando chove la fora e tudo que voce quer e um bom livro pra ler
e bolinhos de chuva?
Criatividade, oras... li o comentario deixado pela Patricia na receita de Biscoitinhos de Canela e refiz a massa, porem enrolei as bolinhas em formato maior, viraram bolotas. Assei e matei minha vontade: com chuva ou sem, pequenos ou grandes, estes bolinhos de canela sao deliciosos de comer.


Mas, voltando a questao de mal cheiro na cozinha, deixo algumas dicas:
- coloque um pires com vinagre em cima da geladeira, mesa ou freezer,
ele absorverá o odor.
- torre um pouco de canela em pó em uma frigideira.
- eu gosto de ferver um pouco de água com cascas de laranja e uma lasca de canela em pau: fica um cheirinho bem gostoso pela casa.


Marcadores: , , ,

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quinta-feira, 24 de abril de 2008
Na gastronomia moderna, elaborar uma comida en papillote ou in cartoccio é cozinhá-la e servi-la num envelope feito com papel manteiga ou papel alumínio. E antiga esta idéia de cozinhar alimentos em envólucros fechados, atualmente en papillote, aproveitando todos os sumos, sabores e aromas desprendidos durante o processo de cocção. Uma mostra disso é o célebre prato da cozinha do Paraná, chamado Barreado, que existe há mais de 200 anos: a comida é elaborada numa panela de barro hermeticamente fechada com barro, colando a tampa à panela, para não deixar escapar nada dos vapores e sabores do cozimento.
A invenção da folha de papel alumínio deu uma nova dimensão aos pratos que são preparados ôem envelope, facilitando e divulgando sua utilização. O papel a ser usado neste tipo de preparação é engordurado por dentro com manteiga ou óleo. Depois, são colocados, no papel, os ingredientes a serem cozidos, só então ele é dobrado e redobrado como se fosse um envelope bem fechado. Aí é levado ao forno aquecido. É normal o envelope inchar com os vapores desprendidos na cocção. Quando a cocção estiver pronta, leva-se à mesa o envelope fechado e ele é aberto num grande prato ou nos pratos individuais dos convidados, desprendendo todo o perfume que estava acumulado no seu interior, o que provoca uma avassaladora satisfação olfativa, prenuncio de um excelente prazer gustativo.
Este é um processo de cozimento facílimo de ser executado, utilizando técnicas muito simples, ao alcance de qualquer iniciante na gastronomia, mas, que com o qual se obtém resultados deslumbrantes, somente esperados de alguns grandes iniciados. Esta técnica de cozimento tem características muito particulares, que devem ser seguidas:
O prato em papillote, antes de ir ao forno, é preparado com um alimento cru, tenro, macio e em pedaços pequenos, para diminuir o tempo de cozimento, acompanhado de: uma guarnição aromática, uma pequena quantidade de líquido (bebida, caldo, etc), diversos legumes cortados, condimentos, especiarias, etc. (tudo dependendo da receita). Depois o envelope é fechado e vai ao forno para cozinhar, onde os sumos, os perfumes e os sabores dos diversos elementos não se perdem, pelo contrário se concentram e se somam dentro do envelope.
O prato é cozido no vapor que o calor, desprende dos diversos alimentos, acompanhamentos e líquidos e fica preso no envelope. É uma variação muito inteligente da técnica de cozimento no vapor. O item principal geralmente fica numa cama de ervas e vegetais. A combinação destes ingredientes e dos sucos naturalmente desprendidos servem como molho.
Os alimentos que forem submetidos corretamente à técnica ôen papillote® poderão demonstrar excelentes qualidades de sabor, aroma, aparência e textura. Além de manterem grande parte dos sais minerais e vitaminas constituintes originais dos alimentos. Está na moda a preocupação com a saúde, em detrimento à preocupação com o prazer, fato este que deu um certo apoio e reforço à divulgação dos alimentos preparados em papillote, sem dúvidas, muito mais saudáveis que os preparados utilizando as técnicas convencionais de cocção, principalmente por empregarem pouca gordura na sua elaboração. Ao servir o prato em envelope deve-se tomar cuidado para não se queimar e nem queimar os convidados com o vapor sob pressão que se desprende do envelope na hora de abrir. Sugere-se que sejam feitos pequenos furos no envelope, com o garfo, antes de desmanchar o envelope.

Fonte: Jornal O Povo


Salmao esta entre meus peixes favoritos, em todas as suas versoes. A minha preferida continua sendo uma fatia crua embebida de molho Shoyo: adoro!
Mas hoje resolvi fazer o peixe em papillote por ser saboroso e saudavel. A receita e bem flexivel porque voce pode incluir ou substituir os ingredientes de acordo com sua preferencia. Acredito que uns raminhos de alecrim caiam muito bem ai.

Salmao com Alcaparras em Papillote

















Ingredientes
- filés de salmão (eu usei 3 steaks de salmao - 1.40Lb)

- 3 colheres de chá de alcaparras
- 3 colheres de chá de azeite de oliva
- suco de 1 limão
- sal a gosto
- gengibre em po a gosto
- coentro (opcional)
- papel-aluminio

Modo de Preparo
Pré-aqueça o forno a 200ºC.

Num prato, tempere os peixes com sal, coentro, gengibre e suco de limão. Reserve.
Numa folha de papel-aluminio, disponha 1 filé de peixe, as alcaparras e regue com uma colher de azeite de oliva. Feche o papel-aluminio, formando um envelope, aperte bem as pontas para que o líquido não vaze. Repita o procedimento com os outros filés.
Numa assadeira, disponha os filés e leve ao forno por 20 minutos.
Retire do forno, acrescente o azeite se quiser (a gosto) e sirva.
*Sugestao: Você pode tirar do papillote e passar para os pratos antes de servir, se preferir.

Marcadores:

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 23 de abril de 2008
Coma Bananas
Contendo três açúcares naturais; sacarose, frutose e glucose, combinados com fibras a banana dá-te uma reserva instantânea de energia. Pesquisas provam que somente 2 bananas dar-te-ão energia para 90 minutos de trabalho pesado. Não admira a banana ser o fruto mais consumido entre os atletas. Mas energia não é o único benefício que a banana nos traz, ela ajuda-nos a prevenir um substancial número de doenças.
- Depressão: De acordo com recentes estudos, a maioria das pessoas que habitualmente sofrem com depressões sentiram-se substancialmente melhor depois de comerem uma banana. Isto acontece porque a banana contém um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina,substância que se sabe que ajuda a relaxar e te faz sentir melhor.
- Anemia : Fortes em ferro, as bananas estimulam a produção de hemoglobinas e ajudam em caso de anemia.
- Pressão Arterial : Este fruto tropical é muito rico em potássio e pobre em sal sendo perfeito para descer a pressão arterial. A Food and Drug Administration, nos Estados Unidos até permitiu aos produtores de bananas usarem isso como publicidade.
- Cérebro : 200 estudantes comeram uma banana ao pequeno almoço, ao almoço e ao lanche e provou-se que o potássio presente no fruto ajudou-os a melhorar a sua concentração.
- Obstipação : Ricas em fibras, a inclusão de bananas nas dietas ajuda a normalizar o trânsito intestinal, permitindo debelar os problemas sem o uso de laxantes.
- Dor de cabeça : Uma das maneiras mais rápidas de curar uma dor de cabeça é fazer um batido de banana com mel. A banana acalma o estômago e com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue enquanto o leite acalma e hidrata todo o teu sistema.
- Cansaço matinal : Comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevados, combatendo o cansaço.
- Picadas de insectos : Quando fores picado por um insecto, experimenta esfregar a zona afectada com a parte de dentro de uma casca de banana. Verás como a irritação vai acalmar.
- Nervos : Bananas são ricas em vitamina B, que acalmam o sistema nervoso.Pesquisas em 5.000 pacientes, chegaram à conclusão que os mais obesos são aqueles que têm trabalhos de muita pressão. O relatório concluiu que para combater isto, devemos controlar os nossos níveis de açúcar no sangue devendo consumir comida com muitos hidratos de carbono, como a banana.
- Úlceras : A banana é usada nas dietas contra as desordens intestinais pela sua textura suave e por causa de ser um fruto muito macio. É o único fruto que pode ser comido sem causar distúrbios mesmo nos casos mais graves. Ela também neutraliza a acidez excessiva e reduz a irritabilidade criando uma camada nas paredes do estômago.
- Controlo de temperatura: Muitas culturas vêm a banana como um fruto 'calmante' porque consegue baixar a temperatura, quer física quer emocional, nas mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, é hábito as mulheres grávidas comerem bananas para se assegurarem de que o seu filho nasce com a temperatura correcta.
- Fumar : As bananas podem ajudar quem quer deixar de fumar. As vitaminas B6 e B12, o potássio e o magnésio que contêm, ajudam o corpo a recuperar dos efeitos da falta de nicotina.
- Stress : O potássio é um mineral vital que ajuda a normalizar o batimento cardíaco, que auxilia a ida do oxigénio para o cérebro e que regula a repartição de água pelo corpo. Quando estamos 'stressados' o nosso metabolismo altera-se reduzindo os níveis de potássio. Podemos ajustá-los com a ajuda deste fruto, rico em potássio.
- Cortes : De acordo com o 'New England Journal of Medicine', comer bananas regularmente pode reduzir o risco de morte por cortes até mais de 40%! Assim, a banana é um remédio natural para muitos males.


A banana ajuda a ajustar o organismo no chamado 'jet leg'. Para quem viaja de um continente para outro com muitas horas de diferença do fuso horário, comendo bananas, devido as propriedades do potássio, o organismo consegue ajustar mais depressa ao novo horário. Comparando-a com a maçã, tem o quádruplo das proteínas, o dobro dos hidratos de carbono, três vezes mais fósforo, cinco vezes mais vitamina A e ferro e o dobro das outras vitaminas e minerais. É um fruto rico em potássio e uma das mais saudáveis comidas existentes.

Fonte: http://susicards.blogspot.com/2008/02/beneficios-da-banana.html


Ainda bem que existem opcoes light,
porque acordei com uma vontade absurda de comer doce...
nem sempre a banana com canela resolve o problema,
mas que e uma boa alternativa, ah, isto e!

Banana de Microondas










Ingredientes:
- 1 Banana prata
- 1 colher de chá de canela
- Açúcar mascavo para polvilhar

Modo de Preparo:
Corte a banana em rodelas ou apenas ao meio (de comprido)e polvilhe com açúcar e canela. Leve ao microondas por 1 minuto na potência alta.
*Dica: Se quiser mais light, nao coloque o acucar, a banana ja e doce.

Marcadores: , , , ,

 
 
Comentários: 2




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 22 de abril de 2008
Molho Teriyaki
Quando você descobrir o que está num frasco de molho teriyaki, você vai querer saber porque é que ainda compra garrafas e frascos dele quando é tão fácil de prepara-lo em casa.
Mirin (saque doce) + molho de soja + açúcar - e isto ai, em poucas palavras.
Pode acrescentar gengibre, se quiser, mas não e realmente necessário. De fato, a receita tradicional japonesa de teriyaki não inclui gengibre sempre.

Receita:
- ½ xícara de chá de açúcar
- 100 ml de shoyu
- 100 ml de saquê doce (mirin). Confesso que acabo sempre usando saque normal, do que vende na seção de bebidas do mercado (dai coloco 1 xícara de açúcar em vez de 1/2)

Coloque todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo, mexendo de vez em quando, por 10 minutos, ou até encorpar. Apague o fogo e deixe esfriar.


Que tal dar um toque oriental ao franguinho do dia-a-dia?
Nada de frituras - forno, Teriyaki, castanhas de caju, pimentoes e cebola: muito sabor e pouca bagunca na cozinha. Perfect!

Sobrecoxas ao Teriyaki






















Ingredientes:
- 1 kg de sobrecoxas de frango (mas deve ficar bom com peito de frango tambem)
- 1/2 xicara de molho Teriyaki
- 1 pimentao verde
- 1 pimentao vermelho
- 1/2 cebola
- cebolinha
- sal, limao e pimenta do reino para temperar
- castanhas de caju a gosto
- azeite

Modo de Preparo:
Tempere as sobrecoxas (sem a pele) com sal, pimenta do reino e limao e deixe nesta marinada por 40 minutos. Pique os pimentoes e a cebola em cubinhos e reserve.
Unte um refratario com azeite e coloque as sobrecoxas. Cubra com papel aluminio e leve ao forno medio-alto pre-aquecido por, aproximadamente, 30 minutos.
Abra o forno e acrescente os cubos de pimentoes e cebola. Regue com 1/4 de xicara do molho Teriyaki e um fio de azeite. Mexa bem e volte o refratario ao forno sem o papel aluminio. Deixe por mais uns 20 minutos ou ate que o frango e os vegetais estejam cozidos.
Acrescente as castanhas de caju, cebolinha verde e mais 1/4 de xicara do molho Teriyaki, mexa bem com uma espatula e volte o frango ao forno por mais 5 minutos.
* Sugestao: servir com um arroz branco bem macio.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 13




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

domingo, 20 de abril de 2008
Baby Shower
Não se sabe exatamente de onde ou como surgiu esta tradição e estes nomes, mas existe opinião que o nome Chá de Bebê (Chá de Cegonha) surgiu devido a verdadeira paixão, ou quem sabe necessidade nata das mulheres de se reunir para bater um papo "entre as meninas" e para que a conversa se torne mais descontraída, tomar um chazinho.
Brasil não é único pais onde tem o costume de organizar esta festa de boas-vindas ao bebê. Por exemplo, nos EUA, Canada e alguns outros países este evento é chamado de "Baby Shower",ou seja um evento onde bebê recebe atenção, carinho e presentes como se tudo isso saísse de um chuveiro.Memso no Brasil este evento não tem um único nome. Em algumas localidades ele é conhecido como Chá de Bebê, em outras como Chá de cegonha ou Chá de berço, existe também o chamado Chá de Fraldas. Pela Internete você encontra os nomes mais exôticos como: Chá de Baby, Chá de Frauda, Chá de Fraudas, ou até mesmo Chá de Fraude, Chá de Fraudes. Independentemente do nome, o seu principal objetivo é ajudar a futura mamãe a ganhar os itens que ainda faltam para o enxoval de bebê, e proporcionar um apoio emocional dos amigos, mesmo que ela não seja a mãe de primeira viagem.
Tradicionalmente, um Chá de Bebê é oferecido só para a futura mamãe, somente as mulheres participem. Mas hoje em dia, muitas pessoas optam por realizar os Chás de Bebê onde ambos os pais participam, e/ou convidam os amigos homens para participar. Outro aspecto que esta sendo alterado é o fato, que os Chás de Bebê inicialmente dados somente para o primeiro filho da mulher, agora são repetidas para cada novo bebê ou, até para filho adotivo. Não é incomum ter mais de um Chá de Bebê para um mesmo filho, por exemplo, um com amigos e parentes e outro com colegas de trabalho.

Uma festa divertida, o Chá de Bebê, está cada vez mais e mais presente na vida das futuras mamães, praticamente tornando se "uma etapa da gravidez".

Fonte: cha de cegonha.com, wikipedia.org


Ontem foi o Baby-Shower da Lu Valentina. Anthony, o novo filhotinho, ta quase chegando... Lu com um barrigao lindo.
Passamos uma tarde bem gostosa: quitutes, brincadeiras, presentinhos e muito papo-de-comadres.
Eu fiquei de levar algum prato salgado e optei por fazer pizza enrolada. Acho que daqui pra frente voces verao muitas receitinhas de lanche neste blog porque com 8 amigas gravidas, fora cunhada e esposa do amigo do marido, Baby-Shower vai ser programa de todo sabado.




Pizza Enrolada





















Ingredientes:
- 1 colher de sopa de fermento biologico
- 1 copo de leite morno
- uma pitada de sal
- 3/4 xicara de oleo
- farinha de trigo o necessario para dar o ponto (macio, mas que nao agarre nas maos).
Recheio: aqui voce pode usar sua criatividade
Eu usei
- 300 g de peito de peru
- 300 g de mussarela
- 1 Kg de tomates picadinhos (sem sementes), temperados com um pouco de sal e oregano.

Modo de Preparo:
Pique os tomates em cubinhos, tempere-os, coloque pra escorrer numa peneira para que soltem toda a agua e nao molhem a massa.
Dissolver o fermento no leite morno e aguardar 5 minutos.
Colocar o sal, o oleo e a farinha de trigo aos poucos.
Mistura-se bem e sova-se a massa.
Deixe descansar por mais ou menos 40 min numa vasilha coberta com um pano. Como o dia estava frio aqui, coloquei a vasilha com a massa dentro de um saco plastico, fechei e coloquei dentro do forno (desligado).
Depois abra a massa com um rolo formando um grande retangulo.
Forre a massa com o peito de peru (se a primeira camada e de queijo, pode furar a massa ao derreter), em seguida com a mussarela, depois os tomates escorridos. Tempere como quiser, eu usei oregano e folhinhas de manjericao fresco.
Enrola-se a pizza, pincela com gema batida com um fio de azeite e leva-se ao forno quente por aproximadamente 25 minutos ou ate que esteja bem douradinha.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 10




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.