<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7992246326967506893\x26blogName\x3dNa++Cozinha++com++Aninha\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/\x26vt\x3d360492369704133824', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
segunda-feira, 30 de junho de 2008
Teoria da Cebola (escrita a 4 mãos na aula de química)
Crianças em geral não gostam de cebola, algumas de tanto os pais insistirem para que comam, outras porque acham o cheiro ruim, mas o fato é que elas nem sabem que gosto a cebola tem. Por volta dos 10 anos elas se arriscam e EXPERIMENTAM. Aí a população se divide entre a maioria que gosta de cebola e os poucos que realmente não gostam.
Claro, há também aqueles que não experimentaram, não o farão nunca e continuam afirmando que não gostam.
Isso não nos leva a concluir que não é correto afirmar que não gosta de algo antes de experimentar? Pra mim (nós), sim. Nesse caso, você não pode afirmar que não gosta de se drogar, que não gosta de relações homossexuais, a menos, claro, que tenha provado. Caso contrário, você simplesmente não sabe. E, sinto muito, mas você pode sim gostar.
O que está ao nosso alcance não é gostar ou não,
nós só podemos escolher entre experimentar ou não.


E se voce tambem tem em casa um grupinho "Nao gosto de cebola. Nao provei e nao vou nem provar", relax, ha outra opcao pra fazer uma costela deliciosa.

Costelinha a Toscana















Ingredientes:

- 1 1/2 kg de costela (bovina ou suina)
- 800 g de lingüiça toscana (usei smoked beef sausage)


Modo de preparo:
Corte a costela em pedaços e coloque metade no fundo da panela de pressão (se nao for costela desossada, coloque a parte que tem mais osso para baixo).
Coloque metade da lingüiça por cima e faça alguns furos nos gomos.
Repita a operação formando camadas e leve no fogo médio alto ate que a panela de pressao comece a chiar. Quando comecar o sinal de que a panela pegou pressao, reduza o calor do fogo para medio e deixe cozinhando por mais ou menos 40 a 45 minutos.

Não adicione água, nem óleo.
Tire a pressão e saboreie uma deliciosa costela temperada apenas com a lingüiça.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 5




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sexta-feira, 27 de junho de 2008
Sexta, dia de bebericar!
bebericar (cat. verbal)
glosa: beber em goles pequenos e espaçados entre si
exemplo: Ele bebericou um martini antes da refeição.
Um estudo sugere que o consumo moderado de cerveja poderá favorecer o envelhecimento de forma saudável. O lúpulo, um dos ingredientes da cerveja influência o funcionamento sanguíneo do metabolismo oxidativo, evitando a oxidação das células, e consequentemente diminuindo os riscos de doenças cardiovasculares e do aumento dos níveis de triglicéridos e do colesterol total.
É necessário realizar uma dieta equilibrada onde o consumo da cerveja é realizado de uma forma moderada.

Fonte: TemaNet, www.kinghost.com.br, nutricionismo.myblog-online.net


Maridinho acordou cansado, ou seria estressado?
Nao sei bem, mas passou, afinal é sexta e ele chegou em casa animado, querendo bebericar. Tao bom ve-lo feliz...
E pra acompanhar a gelada, preparei aquela mesma receita de costelinha surpresa (http://comaninha.blogspot.com/search/label/Carne) porem cortei a carne em pedacos menores e servi com baguete fatiada. Nada mal!

Marcadores:

 
 
Comentários: 0




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 25 de junho de 2008
Culinaria Italiana
Dentre os principais patrimônios que caracterizam a Itália, além de suas belezas paisagísticas e de sua arte, está a gastronomia. A cozinha italiana é talvez uma das mais ricas do mundo, principalmente no que diz respeito aos ingredientes característicos da cozinha típica e regional. Isso é sem duvida conseqüência dos vários povos que passaram pela península itálica através dos séculos e lá deixaram sua marca com a introdução de novos elementos e alguns pratos hoje apreciados em todo o mundo.
Uma das etnias que mais influenciou na formação dessa cultura foram os árabes, que, a partir do século IX, principalmente na Sicília, implementaram a culinária local com o açúcar, o arroz, a canela, o açafrão, a berinjela e os doces de marzipã.

A partir de 1600 os espanhóis também deixaram sua marca, principalmente com novos produtos originários da América como, por exemplo, o tomate, a batata, o feijão, o milho, o cacau, o rum e o café. Na época de Napoleão Bonaparte, os franceses transmitiram agregaram à culinária italiana a utilização de pratos com produtos derivados do leite, como manteiga e creme de leite. Eles também ensinaram aos cozinheiros italianos formas mais refinadas de apresentação dos pratos, com um visual mais elaborado. Com a imigração dos italianos para a América (Nova York, Buenos Aires e São Paulo), a partir de 1900, a Itália exportou sua culinária, principalmente com napolitanos, que passaram a divulgar a pizza e o famoso “spaghetti al sugo”, pratos conhecidos e apreciados em todo o mundo.
Portanto, é difícil falar numa cozinha italiana, o mais correto é falar em cozinha típica regional italiana. Além das diferenças gastronômicas entre o sul e o norte, dentro da mesma região encontra-se em várias cidades, até mesmo próximas, diferenças históricas, devido aos povos que passaram no local, geográficas e climáticas que determinam os tipos de produtos elaborados e que, por sua vez, vão constituir os ingredientes dos pratos tipicamente regionais.
Em poucas palavras, na gastronomia do norte da Itália predominam produtos de influência francesa, austríaca e húngara, com o emprego de muitos produtos derivados do leite, enquanto que no sul, predominam os de influência árabe, quais sejam: uso de muito molho de tomate, pouca carne bovina e muita carne de coelho, ovina, caprina e suína.
Nos bosques e montanhas predominam os famosos “funghi” e muita caça. Já no litoral, encontra-se diversos tipos de peixe, com destaque para o atum e o peixe “spada”, além de muitos frutos do mar e bacalhau.
Salames, queijos e vinhos de primeira linha completam a riquíssima cozinha tipicamente regional de todas as partes da Itália e apreciadas em todo o mundo.


Fonte: http://www.italiaoggi.com.br/gastronomia/saibamais/ita_gastro_saibamais43.htm


Jon foi a Florida a trabalho por uma semana e eu e Felipe fomos encontra-lo por la na sexta seguinte. Visitamos o sogro, que mora em Tampa Bay, e tambem Mickey Mouse e cia. Genteeee, eu vi a Margarida e aqueles sapatinhos cor de rosa super old fashioned. A Disney é mesmo lindissima, uma diversao para todas as idades.
Sonho realizado com sucesso!
Na volta pra casa, marido comenta que esta com saudade da minha comidinha. Fiquei toda contente em ouvir isto e pensei em preparar umas batatas assadas "no capricho", uma vez que ainda estamos no clima de esquenta/esfria.

O preparo é simples e o recheio pode variar de acordo com a criatividade, bolso, disposição, tempo e apetite do cozinheiro.

Batata Napolitana
























Ingredientes:
- 3 batatas (média)
- sal grosso e pimenta a gosto
- 2 tomates picados (sem pele e sem sementes)
- 1 xicara de queijo ralado (usei mussarela)
- salsinha, manjericao e cebolinha a gosto
- 1 porção de azeitona verde, sem caroço e fatiada.
- 2 colheres de sopa de alcaparras
- 3 colheres de sopa de azeite aromatizado com manjericao

Modo de Preparo:
Coloque as alcaparras de molho em agua (para que diminua o teor de sal) e reserve.
Lave bem as batatas, esfregando a casca com escovinha. Coloque as batatas para cozinhar ate que estejam levemente cozidas, porem firmes (eu usei o microondas).
Corte as ervas bem fininhas e comece a preparar o recheio misturando estas aos tomates picados, a azeitona, as alcaparras escorridas e mussarela ralada.
Corte uma "tampa" na batata no sentido do comprimento e retire um pouco da batata. Salpique sal grosso passado no moedor, pimenta moída na hora e azeite de manjericão.
Recheie as batatas e tampe cada uma com sua tampa. Envolva as batatas individualmente em envelopes bem fechados e apertados feitos com papel alumínio e leve ao forno medio/alto por mais ou menos 1 hora. Verifique o cozimento (é só espetar a pontinha de uma faca ou garfo) ao final. Abra os envelopes, retire a tampa das batatas e salpique parmesão ralado.
Leve de volta ao forno até gratinar.
*Dica: Para cozinhar batatas no microondas basta espetá-la (com casca e tudo) com um garfo, fazendo uns furinhos nela toda e levar ao microondas numa vasilha rasa, sem água. Calcule uns 2 minutos de potência alta para cada 300g de batata. Espere que elas esfriem a ponto de você poder puxar a pele.

*Sugestao: sirva com um arroz branquinho e frango assado.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 2




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quinta-feira, 19 de junho de 2008
Banana
A inclusão da banana, rica em potássio, na dieta habitual dos adultos e idosos está sendo recomendada pelos especialistas, depois de estudos acentuarem a importância do mineral para a função muscular adequada, inclusive o coração. Uma banana média, de 115g, fornece um terço das necessidades diárias recomendadas de potássio. Cada banana contém cerca de 100 calorias, principalmente sob a forma de frutose e amido, que o corpo converte em energia. É, por isso, um dos alimentos favoritos dos atletas, que a consideram um anabolizante natural.
Mas a preferência dos atletas tem também uma outra razão: as cãibras, dolorosas contrações espasmódicas dos músculos.
Segundo o dr. João Olyntho, do Comitê Olímpico Brasileiro, a banana por ter grandes quantidades de potássio alivia as cãibras e, por isso, a recomenda aos esportistas.
A composição da dieta do brasileiro piorou na última década, alertam especialistas. De 1988 para cá, o consumo de gorduras aumentou, enquanto o de verduras e frutas ficou estável ou diminuiu mais ainda em diversas regiões do país.
"A maioria das pessoas, incluindo os idosos, não tem muita vontade de comer esses alimentos", disse a nutricionista Ileana Mourão Kazapi, professora da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.



Para nao desperdicar aquelas bananas que ja estao madurinhas,
que tal uma cuca cremosa?
Alem de ser perfeita pra um café-da-manhã, vai bem com sorvete de creme na sobremesa ou com café no lanchinho da tarde.

Cuca Cremosa de Banana











Ingredientes:
- 2 xícaras de açucar mascavo
- 1 1/2 xícaras de farinha
- 1 1/2 xícaras de amido de milho
- 1 colher de sopa de fermento em pó
- 1 xícara de manteiga sem sal
- 3 ovos
- 1 xícara de leite
-
5 bananas médias
- opcional: canela em po

Modo de Preparo:
Prepare uma farofa com o acucar, farinha de trigo, amido de milho, fermento quimico em po e manteiga (primeiro misturar os itens secos e por ultimo a manteiga), misturando cuidadosamente para formar a farofa.
Coloque essa farofa em uma forma untada.
Disponha as cinco bananas cortadas no sentido horizontal sobre a primeira camada. Eu cortei as bananas em rodelas. Gosto de polvilhar com um tiquinho de canela em po.
Misture bem os ovos com o leite e peneire sobre as bananas.
Leve ao forno pre-aquecido (180ºC) por aproximadamente 40 minutos.
* eu fiz apenas meia receita.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 2




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 17 de junho de 2008
O liquidificador é um utensílio culinário eléctrico que serve para transformar em puré uma grande variedade de alimentos.
Foi inventado em 1922 por Stephen Poplawski e é basicamente formado por uma base com um motor eléctrico que faz rodar um pequeno conjunto de lâminas
no fundo de um recipiente onde se colocam os alimentos a triturar.
Um aparelho relacionado com este é a varinha mágica, em que o copo está separado do motor-cortador.


Fonte: wikipedia.org

Um boa torta para o lanche e sempre bem-vinda, ainda mais quando voce simplesmente perdeu a hora e a turma esta com fome. Pratica e muito simples de fazer, esta torta nao requer habilidades culinarias. Pense nas mil possibilidades de recheio e se jogue. Fica lindo no café da manhã, no lanche e ate no jantar. Sorte minha ter encontrado esta receita antiga.

Torta Vapt Vupt










Ingredientes da massa:
- 3 ovos
- 1 xicara de leite
- 1 xícara de chá mal cheia de óleo
- 2 xícaras de chá de farinha de trigo
- 1 pitada de sal
- 1 colher de chá de fermento em pó
- 50 g de queijo ralado

Ingredientes do Recheio:
Voce fazer uso do que tiver em casa. Eu utilizei:
- 1 xicara de queijo chedar ralado
- 1 xicarade tomates frescos picados (sem pele e sementes)
- 1/2 xicara de peito de peru em tirinhas
- 1/2 xicara de azeitonas verdes sem caroco picadas em rodelas

Modo de Preparo:
Leve todos os ingredientes da massa ao liquidificador, na ordem apresentada, e bata até que fique uma massa homogenea.
Para montar, unte uma forma retangular pequena, despeje metade da massa, arrume por cima o recheio e despeje o resto da massa com cuidado. Polvilhei parmesao ralado por cima.
Asse em forno moderado preaquecido até ficar corada.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 12




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

sábado, 14 de junho de 2008
Marinar
A marinada é uma técnica culinária que consiste em colocar os alimentos numa mistura de temperos, muitas vezes na forma líquida, antes de cozinhar. Os ingredientes podem ficar a marinar desde alguns minutos até várias horas (geralmente durante a noite).
Esta forma de preparação dos alimentos deriva de alguns ingredientes, como certos cortes de carne e alguns vegetais serem de difícil cozedura e digestão e muitos temperos têm exatamente propriedades de contrariar essas caraterísticas.
Uma boa marinada inclui sempre um elemento de acidez, tal como o vinho. Soma-se a isso, os aromas dos vegetais frescos como a cebola, salsão e cenoura e as ervas frescas que darão o perfume. O tomilho, alecrim, a salsinha, folhas de louro, alho e grãos de pimenta também podem ser utilizados para realçar o sabor dos alimentos.
Quanto maior o corte da carne, mais tempo deverá ficar marinando. Lembre-se de conservar o alimento na geladeira! Prepare a marinada em um recipiente hermeticamente fechado e cuide para que a carne fique totalmente coberta pela mistura.
Algumas dicas para o preparo de marinadas:Carnes vermelhas: Vinho tinto, salsão cebola e cenoura, ramos de alecrim ou tomilho, folhas de louro, alho e grãos de pimenta-do-reinoCarnes brancas: Vinho branco, cebola, alho-poró, cenoura, salsinha ou sálvia, louro e grãos de pimenta branca.Carne de porco: Suco de abacaxi, cachaça, cenoura, cebola e salsão, alecrim e salsinha, louro, canela e cravo-da-índia.


Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Marinar, http://culinaria.terra.com.br


Marinar parece ser o modo mais bonito de se fazer um frango: a carne fica tingida de um dourado profundo graças ao "molho" que impregna na superfície. Fique à vontade para criar a sua propria marinada. Eu normalmente uso vinho, mas a de hoje foi a base de alho, Shoyo, gengibre, oleo de canola e uma pitadinha de pimenta preta moida na hora.

Frango Marinado












Ingredientes
- 800g de frango (sobrecoxas sem pele)

- 2 colher de sopa de óleo de canola
- 5 colheres de sopa de molho de soja
- 3 colheres de chá de gengibre fresco ralado
- 3 dentes de alho amassados
- 3 colheres de cha de manteiga ou margarina
- uma pitada de pimenta preta moida na hora

Modo de preparo:
Misture os ingredientes da marinada e coloque sobre o frango. Deixe tomar gosto por 40 minutos.
Aqueca 3 colheres de cha de manteiga em uma frigideira e grelhe as sobrecoxas ate que fiquem tenras. Se desejar, acrescente o caldo da marinada e deixe ferver ate que engrosse um pouco.

Marcadores:

 
 
Comentários: 6




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 11 de junho de 2008
"Tenho vivido [recorrentemente] o estranho sentimento de saudade daquilo que ainda não passou, daquilo que estou vivendo, daquilo que virá... Às vezes me pego parado, quieto, lamentando profundamente o futuro fim de um papo de mesa de bar que ainda não começou, o apagar de uma cena que não terminei de contemplar totalmente, a velocidade com que passa um sorriso que acabei de receber e passarão as risadas que ainda irei compartilhar. Nesses poucos segundos de introspecção, entristeço. Saudade precedente, melancolia ao revés, reconhecimento prévio da efemeridade da felicidade. Sentir saudade do que está por vir é a retratação da angústia. O desejo de transformar o efêmero em perene sufoca, e o reconhecimento dessa impotência corrói a alma. Ao menos esses momentos ainda não são memórias, mas presente, futuro.
E a saudade antecipada que angustia, também acalanta. "

- Gabriel Botelho -


Meu sumico tem motivo, e dos bons: estou curtindo meus pais. Pena que o tempo voa e no proximo domingo eles ja voltam pro Brasil.
Por mim, ficariam aqui ateeeeee...
Hoje preparei uns muffins para o nosso cafe da manha que tem sido
um momento bem gostoso em familia.
Mas agora o coracao ja esta apertadinho ... saudade doi, ne?


Muffins de Limao e Amendoas











Ingredientes:
- 60 gr de manteiga derretida
- 1 3/4 de xicara de farinha de trigo
- 3 colheres de sopa de açúcar
- 2 1/2 colheres de sopa de fermento químico em pó
- 1/3 colher de chá de sal
- 4 gotas de essência de baunilha
- 1 unidade de ovo
- 3/4 xicara de leite
- 1 colher de chá de suco de limão
- 1/2 xicara de amêndoas sem casca e picadas
- 2 colheresde chá de raspas de limão

Modo de Preparo:
Pré-aqueça o forno à 180ºC. Derreta a manteiga e reserve para esfriar um pouco. Numa tigela, junte os quatro primeiros ingredientes. Num outro recipiente, bata levemente o ovo e junte os líquidos. De uma só vez derrame a mistura líquida na mistura da farinha. Mexa levemente com um garfo até que toda a massa se torne úmida.
Por último, junte as amêndoas e a casca de limão ralada.
Distribua a massa em 12 forminhas de muffins (ou forminhas para empadas, tamanho médio), untadas com manteiga ou margarina. Leve ao forno por 25 minutos ou até que fiquem coradinhos. Desenforme imediatamente.
Sirva morno ou frio.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 5




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

quarta-feira, 4 de junho de 2008
Profiteroles
Quem é que nunca sentiu o prazer de comer uma "bomba de chocolate" fresquinha e crocante?
E aqueles "profiteroles" com calda de chocolate?
De massa leve, crocante e sequinha, esses doces são a paixão de muitos ao redor do mundo. Pode variar um pouco, de acordo com o formato do doce.
A "bomba" (para os nos, Brasileiros), "éclair" (para os Franceses), pode ser encontrada com diversos nomes diferentes e é uma massa feita, em sua receita mais simples, de água, manteiga, farinha, sal e ovos que, após elaborada, vai ao forno, cresce, seca e doura. Não existe fermento. Toda ação de crescimento se dá pela expansão do vapor criado pelos líquidos acrescentados à massa. A água contida na massa, que pode ser encontrada também na manteiga e nos ovos, é transformada em vapor ao ser levada ao forno, fazendo com que cresça e fique leve.
Um ponto importante a ser lembrado é o de que não se deve colocar, ao mesmo tempo no forno, produtos de tamanhos e formas diferentes. Até que os maiores sequem e dourem, os menores já estarão queimados. Cada etapa desta receita tem sua importância singular. Por isso mesmo, deve ser feita com muita atenção e carinho, lembrando que, a cada dia, a prática aumenta e o resultado melhora.

Fonte: terra.com.br/culinaria


Ontem fui almocar com as amigas e Lu me lembrou de que eu "estava" (do verbo "nao estou mais") em dívida por conta da receita de bombinhas que usei no almoco do dia 07 de Abril (http://comaninha.blogspot.com/search/label/Peixe). Aquelas que servi a ela e a Camila com sorvete de Cappuccino.
Na época, esqueci de fotografar o preparo. Hoje repeti, registrei e, como prometida, ai vai a receita, Lu.

Profiteroles ou Bombinhas
In English: Cream Puff Shells



















Ingredientes:
- 1 xicara de agua
- 1/2 colher de manteiga ou margarina
- 1 colher de cha de acucar
- 1/4 de colher de cha de sal
- 1 xicara de farinha de trigo
- 4 ovos

Modo de Preparo:
Peneire a farinha de trigo e reserve. Pre-aqueca o forno a 200ºC.
Em uma panela, misture a manteiga, a água, o acucar e o sal. Aqueça até a manteiga derreter. Deixe levantar fervura e desligue em seguida. Junte a farinha em seguida toda de uma vez e bata vigorosamente com a colher, até a massa se soltar das paredes da panela. Volte a panela ao fogo e continue a bater em fogo baixo por cerca de 30 segundos, só para secar a bola de massa.
Junte os ovos, um de cada vez, mexendo bem após cada adição até que a massa fique brilhante e macia. Se estiver dificil de formar a massa, pode usar a batedeira em velocidade lenta.
Unte uma assadeira e , se quiser, forre com papel manteiga untado.
Faça bolinhas (do tamanho desejado) com a massa e coloque-as na assadeira. A massa se espalha pela forma e nem parece que vai crescer, mas confie: ela cresce e fica bem levinha.
Asse em forno alto por 25-30 min ou ate que estejam coradas.
* Eu fiz apenas metade da receita e modelei bolas grandes.

Marcadores: , ,

 
 
Comentários: 3




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 3 de junho de 2008
Salvia
De origem Mediterrânea, desde a costa sul da Espanha até Marselha e na Itália.
A sálvia é tida desde tempos imemoriais como a erva da longevidade. Quem tem sálvia em casa nunca envelhece, já dizia um velho provérbio chinês. Seu nome deriva da palavra latina salvere, que significa estar de boa saúde, curar. É uma ótima erva culinária também, mas é melhor não misturar com outras, pois como disse um cozinheiro chefe: "Na grandiosa ópera da culinária, a sálvia representa a prima donna caprichosa, que se ofende por tudo e por nada, Gosta de ter o palco por sua conta."
Para os romanos era erva sagrada, cuja colheita era cercada de rituais. A crendice popular dá conta de que é uma das ervas das feiticeiras, já que protege contra feitiços. É também usada para compor o vaso das sete ervas de proteção. Ainda segundo a crença popular, toda pessoa deve ter um pé de sálvia plantado em casa, mas nunca pelo próprio dono da casa, é melhor pedir para alguém de fora. Dormir com folhas de sálvia sob o travesseiro torna os sonhos realidade.
Ajuda a fazer a digestão e é anti-séptica, fungicida e contém estrógeno. Ajuda a combater a diarréia. O chá é bom para gengivas inflamadas, aftas, dores de garganta e problemas de mucosas, além de aliviar diabetes e sintomas de menopausa. Diminui suor excessivo e é restauradora de energia, tendo poder tonificante sobre o fígado. Usada também para dores de ovário, icterícia, depressão, tremores, vertigens, impotência sexual.O chá das folhas e flores tem ação anti-séptica, anti-sudorífera, fungicida,estimulante da digestão e balsâmica; contém estrógeno. Não deve ser tomada em grandes doses por períodos muito longos.
Infuso: 5 gs de folha em 100 ml de água fervente por 10 minutos. Para picadas de insetos esfregar folhas frescas no local atingido. Friccionada nos dentes, clareia-os.

- Uso caseiro: Pôr folhas secas de sálvia entre as roupas, para afastar insetos. 'Faz parte das ervas inseticidas( em infusão).
- Uso culinário: Para rechear aves, misturar com cebola. Cozinhar com carnes gordurosas (porco, pato e salsichas). Dá bom vinagre aromatizado e manteiga de ervas. Faz deliciosos pães. Substitui o louro na aromatização de carnes e cozidos, principalmente os gordurosos, podendo também ser usada para temperar patês de queijo e peixes. A manteiga aromatizada com sálvia dá um realce especial aos assados.
- Uso mágico: Onde o pé de sálvia cresce viçoso é porque a mulher manda na casa; considerada uma poderosa erva de proteção, afasta mau-olhado. Erva das feiticeiras, entra na composição de magias de proteção.


Fonte: http://www.cotianet.com.br/eco/HERB/salvia.htm


Fazer um prato de massa quase sempre é muito fácil. Na maioria das vezes bastam um macarrão de boa qualidade (e isso é sempre fundamental) e um bom molho. Mas macarrao sem molho, so com ervas é igualmente delicioso e alem de ser mais leve, tem seu charme. Este é um dos pratos de massa mais rápidos que já fiz e, apesar de sua simplicidade, ficou bem saboroso.


Espaguete em Manteiga de Salvia



















Ingredientes:
- massa o suficiente para duas pessoas
- 10 ou mais folhinhas de sálvia
- 1 colher de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de manteiga (eu gosto de usar apenas a manteiga)
- Pimenta branca moída na hora
- sal a gosto
- água e sal para cozer a massa

Modo de Preparo:
Leve a água ao fogo para ferver.
Enquanto isso, em frigideira larga, aqueça o óleo com a manteiga até derreter, junte as folhas de sálvia previamente lavadas e bem secas, sal, pimenta e deixe crepitar. Desligue o fogo quando as folhas estiverem crocantes.
A essa altura, a água deve estar pronta para receber a massa. Adicione o sal, a massa e cozinhe até o ponto desejado. Escorra a massa, reservando uma ou duas colheres de sopa da água do cozimento. Reacenda o fogo da manteiga de sálvia e, quando estiver bem quente, despeje o macarrão juntamente com aquele tantinho de água (para não ressecar). Ajuste o sal, regue com um fio de azeite e sirva.


Marcadores: ,

 
 
Comentários: 5




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.