<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d7992246326967506893\x26blogName\x3dNa++Cozinha++com++Aninha\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://comaninha.blogspot.com/\x26vt\x3d360492369704133824', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
segunda-feira, 30 de março de 2009
Panqueca é um tipo de massa frita em pouco óleo sobre uma chapa ou frigideira quente, feita basicamente com ovos, farinha e leite. Existem muitas variações regionais de panquecas, algumas contendo fermento ou outros ingredientes.
As panquecas estilo americano levam geralmente chocolate ou mel como molho, acrescentando um sabor especial e doce às panquecas, ou American Pancakes, como são chamadas nos Estados Unidos. Nos Estados Unidos e Canadá o xarope de bordo é o complemento mais frequentemente utilizado.
Na maioria dos países da América do Sul e Central, as panquecas são um prato totalmente diferentes das panquecas americanas. Elas são salgadas e, embora também levem o ovo como ingrediente principal, são enroladas e servidas com recheio de carne ou frango. Outra diferença é que vão à mesa no almoço, e não do café-da-manhã.

Fonte: wikipedia.org


Uma das coisas mais gostosas de um final de semana é estar à mesa em família para um belo café-da-manhã. Pena que este habito tão saudável está cada vez mais escasso. Hoje são poucas as casas em que as pessoas se reúnem em volta da mesa, com uma boa comidinha no meio. Que seja para falar de como foi o dia, da semana que passou, de planos, do que for, aqui em casa nós tentamos - e conseguimos, na maior parte dos dias,  jantar juntos. Já o café-da-manhã, no capricho, fica pros finais de semana.
E nosso sábado comecou bem gostoso, com panquecas quentinhas e perfumadas.


Panquecas de Canela












Ingredientes:
- 140g de farinha de trigo
- 1 colher de chá de fermento em pó
- ¼ colher de chá de sal
- 1 colher de sopa de açúcar
- 1 colher de chá de canela
- 240ml de leite (pode usar leite semi-desnatado)
- 1 ovo ligeiramente batido
- 1 colher de sopa de manteiga derretida 

Modo de Preparo:
Peneire a farinha e o fermento em uma tigela média, junte a canela, o sal e o açúcar.
Em uma outra tigelinha, misture bem o ovo, o leite e a manteiga. Despeje os ingredientes líquidos nos secos e mexa bem. A mistura vai ficar com algumas pelotinhas.
Aqueça uma frigideira anti-aderente levemente untada em fogo médio/alto.
Despeje porções de massa na frigideira usando uma colher medida. Usei minha concha pequena. Deixe fritar. 
Quando as bordas estiverem secas e bolhas se formarem na superfície da panquecas, vire-as e deixe dourar o outro lado.
Sirva imediatamente com maple syrup ou mel.

*Dica: 
- Se quiser uma panqueca ainda mais fofinha, pode bater a clara em neve e acrescenta-la por ultimo a massa, apenas misturando delicadamente com uma colher.
- Pode variar a quantidade de canela a seu gosto.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 3




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 10 de março de 2009

Esse selo de qualidade é 100% garantido com respeito e admiração.

Melhor que bolo de laranja em dia de chuva é receber carinho. E não é que hoje a Rebeca do delicioso Nectar da Flor me presenteou com este lindo mimo. 
Uma graça, né? Eu adorei!
Rebeca, muito obrigada pelo selinho, é sempre gostoso ser lembrada!

Existem tres regras a serem cumpridas:
- Aceitar e exibir o selo de Qualidade
- Linkar o blog que recebeu o selo
- Escolher ate 15 blogs para repassar o selo

Desta vez quero repassar o premio aos blogs "fora da cozinha". E os indicados são:



Marcadores:

 
 
Comentários: 6




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

Sem dúvida, um dos mais úteis eletrodomésticos é o liquidificador. Antes de sua criação, era muito difícil e trabalhoso cortar alimentos em minúsculos pedaços e misturá-los com relativa perfeição.
Os primeiros liquidificadores surgiram em 1904, nos Estados Unidos. O modelo era uma espécie de liquidificador misturado com batedeira. O mesmo continha um motor elétrico movido à correia de transmissão, tendo sido usado principalmente na mistura de substâncias químicas e na fabricação de milk-shakes. Em 1910, surgiram os primeiros liquidificadores para uso doméstico.
Toda a inconveniência de ter um enorme motor acoplado a uma pequena peça acabou em 1931, quando o primeiro liquidificador com motor próprio - e muito menor - foi fabricado e comercializado em Chicago, nos EUA.
Transformar a consistência dos alimentos‚ triturar ingredientes sólidos‚ homogeneizar alimentos pastosos‚ misturar líquidos e combinar diferentes consistências. É isso o que as lâminas do liquidificador‚ localizadas no fundo dos copos, são capazes de fazer‚ girando a velocidades entre 8000 e 12000 rotações por minuto. Assim‚ coisas que antes demoravam horas‚ hoje‚ graças ao liquidificador‚ podem ser liquidadas em poucos segundos.

Fonte: www.historiadetudo.com, www.rosarsg.vilabol.uol.com.br


Manhã chuvosa, cinza... nada mais pede um bolinho com chá quente como um dia assim.
Aí vai a receita de um bolo de liquidificador que fica pronto rapidinho. O sabor da laranja e do glacê tornam-o ainda mais especial.

Bolo de Laranja











Ingredientes:
- 3 ovos
- 1/2 xícara de suco de laranja
- 1/2 xícara de óleo (menos um dedo)
- 1 1/2 xícara de açúcar
- 1/2 xícara de amido de milho
- 1 1/3 xícara de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de fermento em pó

Para o Glacê:
- 1 xícara de suco de laranja
- 1 xícara de açúcar

Modo de Preparo:
Misturar a farinha e o fermeto em uma tigela e reservar. Bater os ovos com o açúcar, o suco e o óleo no liquidificador. Acrescentar lentamente o amido de milho. Despejar esta mistura sobre a farinha reservada e misturar bem com uma colher de pau.
Untar uma forma média com óleo e levar ao forno médio pre-aquecido 180C por 25 a 30 minutos.
Glacê:
Prepare o glacê misturando o açúcar ao suco de laranja até dissolver bem.
Despeje sobre o bolo ainda morno.
Á pedido do Felipe, apenas polvilhei o bolo com açúcar de confeiteiro. Mas com o glacê fica ainda mais gostoso.
* Dica:
- Pode ser assado no microondas: 10 minutos em potência média.
- Eu gosto de diminuir um dedo da xícara do amido de milho.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 7




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

domingo, 8 de março de 2009

Recebi esse selinho da querida Rebeca . E não poderia vir em melhor momento
Repasso a todas as mulheres e para os que amam a alma feminina.

Marcadores:

 
 
Comentários: 4




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.

terça-feira, 3 de março de 2009
Feijão: como escolher, conservar e usar
Há muitos tipos de feijão, de formatos, cores e sabores diferentes. Os mais comuns são o mulatinho, rosinha, jalo, preto, branco, carioca, fradinho (ou feijão-de-corda). 
Ao comprar feijão procure por grãos brilhantes com “olho” branco. Grãos opacos e pacotes “enfumaçados” ou turvos indicam a proliferação de fungos. Olhos amarelados indicam que o feijão está velho.
Ao escolher o feijão, descarte os grãos com o “olho” escuro, os furados (os furos são feitos por larvas de insetos), os quebrados e os que estiverem com a casca danificada (a falta de casca favorece a contaminação dos grãos).
Por ser uma leguminosa seca, o feijão precisa ser hidratado antes de ser usado. O feijão novo em poucas horas está pronto para ser cozido, enquanto o mais velho precisa ficar de 5 a 7 horas de molho. Coloque o feijão de molho em água fria (temperatura ambiente), em um recipiente coberto para evitar que insetos ponham ovos na água. A água do molho feito dessa maneira deve ser descartada (jogada fora) e não deve ser aproveitada para o cozimento. Lave os grão em água corrente, com o auxílio de um escorredor de arroz, antes de levá-lo para a panela.
O tempo de cocção varia de acordo com o tipo de feijão e a idade do grão. O feijão pode ser cozido em panela comum, mas esse processo demora cerca de 2 a 3 vezes mais do que na panela de pressão. Além disso, o feijão feito em panela comum tende a ficar “arenoso” por dentro e desmanchado por fora, o que resulta em aparência e textura desagradáveis. O cozimento do grão na panela de pressão é muito mais uniforme. 
Cozinhe o feijão sempre acompanhado de 1 ou 2 folhas de louro. O louro, além de funcionar como tempero, ainda tem propriedades digestivas.
O feijão só deve ser consumido cozido, pois o feijão cru é tóxico para o organismo.
Além da maneira clássica de se cozinhar o feijão, pode-se preparar uma infinidade de pratos com ele, tais como: cozidos, virados e sopas.

Fonte: http://comendobem.wordpress.com
/


Mais uma da série Sopinhas... porque o frio nao dá trégua, em pleno março. Simples assim!

Sopa de Feijão











Ingredientes:
- 3 xícaras de feijão cozido (pode usar feijaoja temperado) 
- 1 batata média cortada em cubinhos (usei tres pequenas)
- 3 xícaras de água
- 2 tomates picados (com pele e semente)
- Sal, folha de louro e pimenta do reino a gosto (eu coloco pouco sal e acrescento um caldo de carne ou de bacon).

Modo de Preparo:
Bater o feijão, a água e o tomate no liquidificador. Colocar o feijão batido e a batata em uma panela para cozinhar, até amaciar a batata. Use fogo baixo. Se ficar muito grosso, acrescentar mais água. Corrijir o tempero, se necessário. 
Salpicar com pimenta do reino e cebolinha verde a gosto.
Servir com fatias de pao italiano ou torradas.

Marcadores: ,

 
 
Comentários: 10




Dúvidas em medidas ou ingredientes? Utilize o Glossário de Cozinha.